Movimento "Regiões Sim"




Movimento nasce pelas regiões

A luta pela regionalização vai voltar à cena. Um movimento cívico nascido em Coimbra e baptizado "Regiões Sim", formaliza-se no dia 26 de Abril para pedir a realização de um novo referendo. O objectivo é recolher 75 mil assinaturas para apresentar na Assembleia da República uma proposta legislativa para levar a criação de regiões a consulta popular.

A questão, chumbada em referendo há dez anos, regressa agora com o impulso do PSD e do CDS, enquanto, segundo o jornal "Público", o PS argumenta que ainda não é tempo de voltar ao tema falta adequar a máquina do Estado.

A associação a criar defende um mapa com cinco regiões, coincidentes com as actuais comissões de coordenação regional, adianta o diário. A ideia é encabeçada por Mendes Bota, que se diz "cansado de debates" e resolveu repescar o assunto para a sociedade civil depois de o PSD ter recusado a sua moção sobre regionalização no último congresso do partido. E diz agora dar a cara por um movimento independente, com gente de todos os quadrantes sociais e partidários.

Do lado dos socialistas, a questão é remetida para o programa do Governo, segundo o qual um referendo a regionalização só caberá numa próxima legislatura, depois de levar a cabo a desconcentração do Estado às cinco regiões em causa. Mas não recusam o debate.

Comentários

AF disse…
Estou convencido que este movimento, a par de outros que hão-de advir, e da consciência pública que se tem vindo a conseguir por inúmeros debates de "café", quase ao estilo revolução de Abril, superará as expectativas quanto à data para serem alcançadas as 75 mil assinaturas. da minha parte, tudo farei.

António Fonseca