sexta-feira, junho 20, 2008

Regionalização é tema quente no PSD

PSD: Regionalização em debate no congresso


Os líderes distritais do Norte e de Faro do PSD vão aproveitar o congresso que se inicia esta sexta-feira, em Guimarães, para apelar a Ferreira Leite no sentido de encetar o debate interno sobre regionalização. Posição comum a traduzir num documento.

A regionalização promete ser um tema quente no XXXI conclave e poderá forçar uma tomada de posição por parte da nova líder. O que pretendem, de facto, as direcções distritais, com destaque para Porto, Braga, Viana e Faro, é o lançamento da discussão no partido.

Pronto está um breve documento solicitando à presidente que inicie o processo de consulta, para que o PSD possa vir a tomar uma posição clara. Ontem, estava por definir se seria apresentado aos congressistas ou se tomaria a forma de carta à nova direcção, após o conclave. Isto independentemente dos apoios. Viana, por exemplo, apoia Ferreira Leite.

Rui Rio, provável primeiro vice da futura Comissão Política, também poderá ser chamado a definir a sua posição, depois de, esta semana, ter manifestado "maior abertura ao sim".

Enquanto isso, no PSD/Porto, está a ser criado um documento aprofundado sobre aquela reforma, a remeter à direcção nacional.

(...)

"JN"
.

1 Opiniões

At domingo jun 22, 06:19:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

É o momento de as organizações partidárias se deixarem de tretas e enveredarem por inciativas que redundem em resultados positivos e palpáveis sobre a estratégia política para os próximos 12 anos, envolvendo 3 ou mais legislaturas.
Os resultados políticos efectivos e de incidência real na vida e organização das populações nunca se esgotam numa única legislatura, tendo que estender-se por mais 2 ou 3, a fim de permitir uma verificação "in loco" dos resultados das políticas delineadas, apresentadas aos eleitores e cumpridas na prática.
A regionalização uatonómica, como tenho insistentemente referido, é a ferramenta política por excelência para se obterem os resultados mais adequados a um desenvolvimento equilibrado e autosustentado, como aquele que o Dr. Rui Rio parece, AGORA, querer para o País, com o interior em igualdade de circunstâncias de desenvolvimento que o litoral.
Como diz o nosso povo: "Tarde piou" e, com tal pio, um político com altas responsabilidades (até regionais) deu um impulso decisivo para o atraso no desenvolvimento do nosso País, em muito mais de 10 anos.
Mas, "mais vale tarde que nunca", também costuma dizer o nosso povo.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home