terça-feira, agosto 26, 2008

Poesia da Regionalização

PODER PARA O POVO

Se o "POVO" é quem mais ordena,
Alguns "POLÍTICOS" o disseram,
Mas não passou de simples cena,
Que alguns povos bem convenceram.

Agora, bem falam das "REGIÕES",
Que outrora bem contrariaram,
Por nascerem tantas oposições,
Ao sistema que centralizaram.

O "POVO" quer fundo bem respirar,
Sentindo bem uma liberdade,
Tem bem o direito de aspirar,
A prometida felicidade.

Venha a "REGIONALIZAÇÃO",
Pelas "FREGUESIAS", a começar,
Opondo-se à centralização,
Para o progresso conquistar.

Com o silêncio não fiquemos,
Para nossa terra se levantar,
E, a nossa voz bem elevemos,
Com nossos autarcas a apoiar.


Sílvio Teixeira
(Lívios- VILA REAL - PORTUGAL
)
.

3 Opiniões

At terça ago 26, 02:00:00 da tarde, Anonymous bardamerda said...

Belas quadras, boa metrica...
Se te fosses catr, é que fazias bem...

 
At quinta ago 28, 06:51:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caro B ...,

Quero felicitá-lo por ter sabido tão bem denominar-se no que parece realmente ser.
Por outro lado, conhecida a proverbial cobardia de muitos dos nossos compatriotas, quero ainda felicitá-lo por ser nisso uma excepção e vir publica e corajosamente admitir que é um verdadeiro "bardamerda" que nada interessa à regionalização, mesmo administrativa.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

PS - Caro António Felizes, desculpe esta intervenção, mas tenho muita dificuldade em enteder estas intervenções infelizes e baratas, talvez por não ser frequentador de estádios de futebol, prostíbulos ou de tascas.

 
At sexta ago 29, 10:27:00 da manhã, Anonymous Bardamerda disse eu: said...

Bardameda é voçê.
Vá-se curar, pobre criatura.

 

Enviar um comentário

<< Home