sexta-feira, agosto 01, 2008

Porto Canal - o nosso problema é sermos do Porto.


Porto Canal "está para ficar"

Bruno Carvalho, director do Porto Canal, lamenta que grandes grupos não invistam no projecto e crê que,se fosse uma iniciativa de Lisboa, tudo seria diferente

Bruno Carvalho, de 39 anos, director do Porto Canal, que completa o segundo aniversário a 29 de Setembro, falou, ao JN, da solidez do projecto que lidera, avançou a nova programação, mas deixou um recado: "A dificuldade de consolidar um projecto a Norte é brutal".
(...)

As grandes empresas não investem um cêntimo no canal. Estamos a falar de uma Galp, de uma EDP, PT ou Caixa Geral de Depósitos, por exemplo.

Há outros motivos pelos quais essas empresas não investem no canal?
Acredito que se se tratasse de um canal com as mesmas características mas em Lisboa, a história seria diferente. O nosso problema é sermos do Porto.
(...)

1 Opiniões

At segunda ago 04, 01:51:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

É caso para perguntar: então as altas individualidades nortenhas (empresariais e outras) não estão interessadas no que poderá ser considerado futuramente o órgão oficial televisivo" da região norte?
Entãp deixam assim um canal de televisão à mercê de quem aparece primeiro a enconendar tempo de antena remunarado, mas ainda insuficiente para o afastar de uma futura ameaça de mau-estar financeiro?
Mesmo quem pugne pela defesa do administrativismo regionalista, não há nnehuma organização que dê uma mão a um canal que tem como interesse privilegiado o norte do nosso País?

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home