sábado, outubro 25, 2008

Ainda dizem que a Regionalização é cara !

O Estado Central gasta 134 milhões, só em consultadoria externa!

Um relatório de auditoria do Tribunal de Contas às despesas do Sector Público Administrativo revela que entre 2004 e 2006 o Estado gastou mais de 134 milhões de euros na contratação consultadoria externa. O documento divulgado hoje recomenda mais rigor no recurso a este tipo de serviço.

O documento divulgado hoje recomenda mais rigor no recurso a este tipo de serviço e critica o facto de, os próprios departamentos de consultadoria do Estado - 91, imaginem ...!- serem responsáveis pela contratação de 43 milhões de euros em serviços.

"Jornal Negócios"
.

Se a esta e outras alcavalas, adicionarmos os milhares de lugares de nomeação "fornecidos" pelo Estado Central , nomeadamente, aqueles associados à sua Administração desconcentrada, mais os 50 deputados  da república, constitucionalmente excedentários,  com os respectivos assistentes pessoais e outras despesas inerentes ao cargo, só com isto, chegaríamos, fácilmente, a valores que dariam para suportar, não uma, mas, para aí, umas dez  regionalizações.
.

4 Opiniões

At sábado out 25, 08:03:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

Com tantas Faculdades de Economia, Direito, Engenharia e Institutos congéneres de reconhecida competência, como é possível dispender tanta "massa" na chamada "consultoria externa"?
Num trabalho de resposta ao "Compromisso Portugal", residente no site da "Ordem dos Economistas" está lá uma proposta de redução da despesa pública e de incentar as receitas próprias das universidades.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

PS - Claro que fazer a regionalziação para acentuar a despesa pública com "consultoria externa", nem sequer pensar.

 
At domingo out 26, 02:45:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O facto de o politicos centralistas não quererem a regionalização,é mesmo esta, gastar/esbajar o dinheiro público pelos companheiros,amigos e aqueles que derem mais garantias a eles e aos amigos!!!...
É, assim vamos continuar com o velho ditado deturpado "todos os dinheiro vão ter a Lisboa".
Quando se fizer um estudo sério do modelo organizativo e administrativo das regiões, com as devidas vantagens de distribuição e gestão de verbas, aí o povo português vai com certeza votar a e gritar pela regionalização.
Os politicos centralistas e Lisboa vão ficar como estamos nós, o resto do pais de "tanga".....

 
At domingo out 26, 07:54:00 da tarde, Blogger JOSÉ MODESTO said...

Partilho o seu ponto de vista, ainda hoje estive a lembrar-me de que há um ano, ou nem tanto, os bancos eram notícia por causa dos seus lucros fabulosos, da ordem dos 60% de aumento, grandes empresas nacionais triplicavam os seus proventos e há muito que se falava na crise imobiliária. Tenho dificuldade em perceber este "colapso" subito,por exemplo empresas de automóveis a anunciarem já centenas de milhares de despedimentos quando ainda há bem pouco tempo subiam em flecha os volumes de vendas no mundo.O aumento do preço do petróleo era uma terrível ameaça, agora a descida súbita já anuncia outras tantas desgraças.O que será manipulação da opinião, criação de um clima para que se passe a aceitar o que era inaceitável, ou o que será realmente verdade?

Assim sendo, colocamos os consultores a Governar o nosso paáis

 
At segunda out 27, 12:04:00 da tarde, Blogger Luis Melo said...

Tal como alguém já disse, e eu repeti aqui isto é uma cambada de gatunos, uma cambada de ladrões e uma cambada de xupistas.

 

Enviar um comentário

<< Home