segunda-feira, setembro 07, 2009

Debates autárquicos na RTP

«Durante estes últimos dias, chegaram-me queixas sobre os critérios adoptados quanto às entrevistas dos candidatos à Câmara de Lisboa, António Costa e Santana Lopes, na Grande Entrevista. Em relação aos outros candidatos, o tempo foi mais reduzido, embora no Telejornal. Cumpre-me respeitar os critérios editoriais adoptados.
Só não percebo, sendo a RTP nacional, porque privilegia Lisboa em relação a outras autarquias, como Porto, Loulé ou Ansião. Rui Rio, e tantos outros, bem se podem queixar.»

Paquete de Oliveira
in "A Voz do Cidadão" (programa do Provedor do Telespectador da RTP) de 05/09/2009

4 Opiniões

At terça set 08, 02:42:00 da tarde, Blogger Paulo Rosario Dias said...

O resto é paisagem...

As 'colónias' interessam para passear e vender postais e fazer alguns programas com gentes engraçadas.

Para a democracia ou exercício de direitos, as províncias só têm é que pagar a 'renda' e calar.

A RTP enquanto canal público é hoje um vergonhoso exemplo. Menos democrático que outros órgãos...

 
At quarta set 09, 02:49:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Este Provedor não adianta nem atrasa. A RTP faz o que quer a quem lhe paga. Tal como na casa da mariquinhas....

 
At quarta set 09, 08:16:00 da tarde, Anonymous zangado said...

Paquete de Oliveira como sociólogo (tenho essa ideia) já devia saber a resposta. O saudoso Fernando Peça costumava apresentar nos telejornais da RTP uns "postais" onde chamava a atenção, em cada um, para algo que estava mal em Lisboa, caso de um buraco numa rua , um semáforo avariado, ...
Ora, se excluirmos os portugueses da "província", colonizados pela clubite lisboeta, a maioria dos habitantes da zona de Lisboa porque o resto do país não lhes interessa e os políticos dos governos e deputados que só ligam ao resto do país quando há eleições, a quem é que interessam esses debates? Em teoria, apenas aos habitantes dessas cidades e, mesmo aí, muitos já não têm pachorra para isso.
Note-se que eu acho que devia haver esses debates e que, se bem moderados por alguém com conhecimentos e não um jornalista medroso e ignorante,seriam úteis para esclarecer os respectivos cidadãos das ideias dos candidatos.
Porém, há muito que deixei de ser ingénuo e, se queremos alguma coisa, temos de "lutar" por ela, por exemplo boicotando os canais lisboetas que nos discriminam e atacam os nossos valores. Um pequeno exemplo: porque é que nas telenovelas da TVI um ou uma habitante do norte, madeira ou açores fala com sotaque e palavras lisboetas? Ou é burrice dos autores do argumento ou é um exemplo do colonialismo centralista que eu critico.
Segundo: porque é que este ano, estou cheio de ver anunciadas touradas na TVI e nas outras?Não vejo essas barbaridades mas é pelos donos serem espanhóis, os da SIC lisboetas e brasileiros e na RTP, que é dos portugueses todos, só se ligar ao que lisboetas, alentejanos e outros sulistas gostam? Depois, claro, acabam por aparecer portugueses doutras terras a gostar dessas porcarias, como os selvagens de Barrancos e outros que tais. Sâo colonizados!
Portugal ainda não é e por mim nunca será Espanha!
Cumprimentos

 
At segunda set 14, 03:09:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Boa... boa....
Agora, além dos lisboetas também há os sulistas e os selvagens de Barrancos. Muito bem...
Felizmente que não faço parte destes grupos.

 

Enviar um comentário

<< Home