sábado, março 27, 2010

Norte - primeiro destino nacional de saúde e bem-estar em Portugal

Região Porto e norte de Portugal quer continuar a ser o 1.º destino nacional de saúde e bem-estar 

A região do Porto e norte já é o primeiro destino de saúde e bem-estar em Portugal e pretende "sedimentar" a posição, apostando num produto turístico que se destaca pela não sazonalidade e pelo combate ao "sol e praia".

Em declarações à agência Lusa o presidente do Turismo do Porto e norte de Portugal - que de hoje a domingo promove o Aquameeting-II Encontro Internacional de Turismo de Saúde e Bem-Estar - destacou que a região tem "as melhores águas e o maior número de termas em termos nacionais", além de "um conjunto de spas de excelência", o que justifica a aposta no turismo de saúde e bem-estar (wellness) como produto estratégico.

Segundo Melchior Moreira este produto tem como grande vantagem o facto de ser "anual e não sazonal", assumindo-se como "uma boa maneira de combater o sol e praia".

Por outro lado o wellness "pode ser complementar a outros [produtos estratégicos] como a gastronomia e vinhos, o touring cultural e paisagístico ou até o golf".

"Ao final de um ano de promoção do produto somos o primeiro destino wellness a nível nacional e queremos sedimentar este lugar", destacou, explicando que esta aposta se insere na estratégia defendida pela Organização Mundial de Turismo (OMT) e pelo Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) de promover produtos estratégicos e não apenas destinos turísticos.

Para Melchior Moreira, "após um ano esta demonstra ser a estratégia correcta" no Porto e Norte de Portugal, dado o crescimento de 17% nas dormidas registado em Janeiro deste ano face ao mesmo mês de 2009, "apesar do ano complicado em termos de crise europeia e mundial".

"Esta subida de dois dígitos foi uma surpresa para todos, incluindo nós", admitiu, recordando que "não houve mais nenhum destino em Portugal a registá-la" e atribuindo-a "claramente à estratégia definida em função dos produtos estratégicos e ao relacionamento com o aeroporto Francisco Sá Carneiro".

No âmbito da eleição do turismo de saúde e bem-estar como um dos sete produtos estratégicos prioritários regionais, o Turismo do Porto e norte de Portugal organiza, de hoje a domingo, no Edifício da Alfândega do Porto, a 2.ª edição do Aquameeting. Segundo Melchior Moreira esta feira reúne mais de 30 expositores internacionais e 40 nacionais de termas, spas, hotéis com spa, unidades de saúde, operadores turísticos e equipamentos, pretendendo-se que se assuma como "a primeira feira da Península Ibérica" neste segmento.

A convite do Turismo do Porto e Norte de Portugal, o director da Organização Mundial de Turismo (OMT), Javier Blanco, participa hoje como orador no seminário internacional que decorre no âmbito da feira, cabendo-lhe apresentar o "estado da arte" do turismo de saúde no contexto da indústria turística actual.

A nível nacional o sector da saúde e bem-estar é um dos dez produtos estratégicos definidos no PENT.

Com um crescimento anual estimado a nível europeu entre 5 e 10% nos próximos anos, prevê-se que este produto quase duplique o seu desenvolvimento nos próximos dez anos, correspondendo a cerca de 6 milhões de viagens/ano.

|OJE|

2 Opiniões

At sábado mar 27, 09:53:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

Nos casos em que os investimentos em volume e em tempo oportuno são realizados sobre a valorização dos nossos próprios recursos, aliados a uma competência (escola) surgida das escola de saúde do nosso País, o resultado só pode ser o aqui anunciado e ainda bem, por inovador e autosustentado.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (smepre com ponto final)

 
At domingo mar 28, 06:52:00 da tarde, Anonymous Paulo Rocha said...

Um dos benefícios da regionalização será, precisamente, a maior autonomia, em diversos domínios, na condução das políticas económicas de desenvolvimento regional e a promoção da concorrência inter-regional.

 

Enviar um comentário

<< Home