terça-feira, abril 27, 2010

CATALUNHA: REFERENDO SIMBÓLICO

Maioria esmagadora vota a favor da independência

|Lusa|

A maioria esmagadora dos catalães (92,16 por cento) votou domingo a favor da independência da Catalunha, numa consulta popular simbólica marcada pela diminuição da participação, quando comparado com anteriores referendos, notícia hoje a imprensa catalã e espanhola.

Mais de 92 por cento à favor e 5,34 por cento contra: este foi o resultado do terceiro referendo simbólico sobre a independência da Catalunha, realizada em 221 municípios da região separatista e organizado por associações civis pró-independência.

Estes números são avançados por responsáveis do referendo e pela imprensa catalã e espanhola quando já foram escrutinados 90 dos municípios.

Dos mais de 1,3 milhões de catalães que no domingo foram chamados às urnas, apenas 265 600 cidadãos votaram no referendo, segundo números da coordenadora nacional.

Na última consulta popular realizada sobre a matéria, em Fevereiro deste ano, a participação situou-se nos 21 por cento, enquanto que em Dezembro do ano passado, esta chegou quase aos 30 por cento, destaca a imprensa catalã e espanhola.

"É a favor de que a Catalunha seja um Estado soberano, democrático e social, integrado na União Europeia?" foi a pergunta que os catalães consultados foram convidados a responder no domingo.
A consulta popular foi realizada dez dias após o Tribunal Constitucional ter adiado novamente uma decisão sobre a validade do novo estatuto catalão, que em 2006 deu maior autonomia para a região, em que é elevada à categoria de "nação".

Os separatistas e nacionalistas catalãs e, em menor medida, os socialistas catalães (que governam a região com o apoio dos separatistas da esquerda), opõem-se a qualquer veto do Tribunal Constitucional ou alteração do estatuto.

Artur Mas, o presidente do partido nacionalista de centro-direita catalão Convergência i Unio (CiU), advertiu mais uma vez no sábado de que seria "anormal" que um tribunal "dividido e mediatizado" decidisse contra a vontade expressa da maioria dos catalães.
O partido de Mas é considerado favorito nas sondagens para as próximas eleições regionais em Novembro de 2010.

O porta-voz do referendo, Uriel Bertran, lembrou que, ao somar os resultados das três voltas de consulta, os votos favoráveis à independência da Catalunha atingem os 500 mil, um resultado que faz com que a organização "já não tenha medo" de realizar uma nova consulta popular em Barcelona, prevista para abril de 2011.
.

Etiquetas:

3 Opiniões

At terça abr 27, 06:41:00 da tarde, Blogger Rui Farinas said...

Aqueles que utilizam como um dos argumentos contra a regionalização o tamanho das regiões quando comparadas com as espanholas,olhem para este mapa e tirem as suas conclusões quanto aos tamanhos.

 
At terça abr 27, 06:58:00 da tarde, Anonymous zangado said...

Quando é que muitos portugueses do Norte deixarão de ter os olhos fechados pelo centralismo e colonialismo lisboetas? Quando veremos a vontade e a vida de muitos nortenhos ser respeitada pelos políticos lisboetas e seus governos, estrangeiros ao Norte?
Quando, finalmente, teremos um partido regional que defenda os valores e interesses do Norte e não os actuais políticos "manhosos" e vendidos aos chefes de Lisboa?
Portugal primeiro, Lisboa não!

 
At quinta dez 23, 01:11:00 da manhã, Anonymous pedro said...

Mas que norte, pá, vocês enquanro andarem com essa do norte não vão lá.

A regionalização em Portugal só se fara no mapa das 8 regiões, respeitando as identidades históricas nacionais, nada denortes e suis.

Ou então, o Porto cidade é a região norte e lisboa-cidade é a região sul, e depis matem-se uns aos outros, mas não metam o resto do pais nisto.

Temos é que nos unir a apoiar os catalães na sua luta pela independencia, quem mais ganharia seriamos nos Portugueses.

 

Enviar um comentário

<< Home