terça-feira, maio 18, 2010

A propósito do n.º de Funcionários Públicos

Em Portugal a % de Funcionários Públicos por cidadão é menor que a média europeia, todavia saltamos de imediato para o topo da escala quando consideramos a % de Funcionários Públicos na Administração Central por cidadão. Por isto (e não só) muita gente, residente em amplas fatias do território, queixa-se que é mal servida pela Administração Central e que não há uma estratégia sustentada para o desenvolvimento integral do país.


Há demasiado centralismo em Portugal que é bem mais grave que propriamente o montante global da despesa em função do PIB, ou seja, o problema maior é que há uma má distribuição regional da despesa pública. É aqui que urge revisitar o conceito de regionalização como uma fórmula administrativa para reformar o Estado. Vamos aproveitar a experiência de sucesso das Regiões autónomas - o maior crescimento nacional no último quinquénio - corrigir-lhes alguns erros e excessos e teremos seguramente as novas bases (regiões) que competindo saudavelmente entre si, construirão um Portugal muito mais dinâmico e solidário.
.

Etiquetas: