terça-feira, maio 18, 2010

Regiões Autónomas com menos desemprego

INE, Estatísticas do Emprego - 1º trimestre de 2010.

A taxa de desemprego foi de 10,6% no 1º trimestre de 2010

A taxa de desemprego estimada para o 1º trimestre de 2010 foi de 10,6%. Este valor é superior ao observado no período homólogo de 2009 em 1,7 pontos percentuais (p.p.) e ao observado no trimestre anterior em 0,5 p.p.. A população desempregada foi estimada em 592,2 mil indivíduos, verificando-se um acréscimo de 19,4%, face ao trimestre homólogo, e de 5,1% em relação ao trimestre anterior. O número de empregados diminuiu 1,8%, quando comparado com o mesmo trimestre de 2009, e 0,3%, relativamente ao trimestre anterior.

Taxas de desemprego por região NUTS II

No 1º trimestre de 2010, as taxas de desemprego mais elevadas foram registadas nas regiões NUTS II do Algarve (13,6%), Norte (12,5%), Alentejo (11,1%) e Lisboa (10,5%). Os valores mais baixos foram observados na Região Autónoma da Madeira (6,3%), na Região Autónoma dos Açores (7,7%) e no Centro (7,9%).


Face ao trimestre homólogo de 2009, e à semelhança do sucedido globalmente para Portugal, a taxa de desemprego aumentou em todas as regiões, com excepção da Região Autónoma da Madeira. Os maiores acréscimos ocorreram no Algarve (3,3 p.p.), no Norte (2,4 p.p.) e em Lisboa (1,4 p.p.).

Face ao trimestre anterior, assistiu-se igualmente a um acréscimo na taxa de desemprego em praticamente todas as regiões, uma vez mais com excepção da Região Autónoma da Madeira. O maior acréscimo foi observado no Algarve (1,8 p.p.).

|INE|

Etiquetas:

5 Opiniões

At terça mai 18, 03:02:00 da tarde, Blogger Tino said...

Na Madeira existem quase 16000 inscritos nos centros de emprego num total de 125000 cidadão no activo.
As estatísticas forjadas dizem que o desemprego é apenas 6,3%, no entanto a realidade é bem diferente.
Neste momento, com o comercio a definhar e com as obras paradas (excepto a reconstrução) o desemprego deve andar por volta dos 12%. Não vejo razões para ter orgulhos nestes resultados.

 
At terça mai 18, 03:54:00 da tarde, Blogger gonçalo costa said...

No continente as vacas teem 3 tetas,uma chama.-se camara municipal, outra governo central e há ainda a europa nas regiões autonomas as vacas teem 4 tetas , alem das 3 anteriores temos o governo regional

 
At terça mai 18, 05:02:00 da tarde, Blogger Antonio Almeida Felizes said...

Caro Tino,

Por muita respeito que tenha pela sua opinião (constatação) o INE é uma instituição independente e de grande reputação tanto a nível nacional como internacional, pelo que, não me leve a mal, considero mais credíveis os seus dados que qualquer outra opinião mais assente no senso comum.

Cumprimentos,

 
At terça mai 18, 05:06:00 da tarde, Blogger Antonio Almeida Felizes said...

Caro Gonçalo,

Se o melhor desempenho, a nível de desemprego, for resultante de mais emprego público, se for esse o caso, tendo a estar de acordo consigo.

Cumprimentos,

 
At quarta mai 19, 11:34:00 da manhã, Blogger Tino said...

Caro Almeida Felizes,
não é que eu não confie nos dados do INE. Eu não confio é nos dados que o instituto regional de estatística envia para o INE.
Ou dito de outra forma, não confio nos inquéritos estatísticos de emprego realizados na Madeira.
Parece-lhe aceitável que metade daqueles que se dizem desempregados e que se inscrevem nos centros de emprego como tal, não o sejam na realidade?
É normal existirem discrepâncias entre os dados dos centros de emprego e os dados dos inquéritos estatísticos, mas enquanto que para o país essas diferenças não vão além dos 5%, na Madeira são superiores a 30%. É um erro demasiado grosseiro.

 

Enviar um comentário

<< Home