sexta-feira, setembro 03, 2010

Aeroporto de Beja: "Pode impulsionar cluster aeronáutico português"

“Aeroporto de Beja pode impulsionar cluster aeronáutico português”, a opinião é do presidente da Embraer Europa, Luiz Fuchs, e foi divulgada na Feira Aeronáutica de Farnborough, em Londres.
Portugal esteve representado, pela primeira vez, na Feira Aeronáutica de Farnborough, em Londres, com cerca de 40 empresas e com vista a potenciar o cluster aeronáutico português.

À margem deste encontro foram feitas referências ao aeroporto de Beja e algumas das declarações proferidas sobre esta matéria foram compiladas e remetidas à autarquia bejense, pela Agência para o Investimento e Câmara Externa de Portugal (AICEP). A Câmara de Beja decidiu, entretanto, divulgar junto da comunicação social, através de nota de imprensa, aquelas palavras, tendo em atenção a importância das mesmas para a região.

No documento enviado à autarquia bejense é referido que “o presidente da Embraer Europa, Luiz Fuchs, revelou «não ter dúvidas que o avanço do novo aeroporto de Lisboa e o arranque das operações no de Beja vão impulsionar o cluster aeronáutico português”. O responsável do grupo brasileiro de aeronáutica sublinhou também que, “apesar de o aeroporto de Beja ainda não ter data definida para começar a operar, «temos tempo pela frente»”.

“De acordo com informação veiculada pelo Jornal de Negócios acerca desta matéria, «as companhias aéreas de voos não regulares charter, já começaram a mostrar interesse em utilizar o aeroporto de Beja para estacionarem as suas aeronaves, evitando assim, as taxas suplementares que são obrigadas a pagar em Lisboa. Já a portuguesa EuroAtlantic foi mais longe e tem um plano de investimento previsto para aquele aeroporto. A companhia aérea pretende entrar na área da manutenção de aviões Boeing, num investimento que rondará os 25 milhões de euros»”, refere ainda a nota de imprensa da Câmara de Beja.

|Rádio Voz da Planície|
.

Etiquetas:

2 Opiniões

At sexta set 03, 09:26:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionlistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

E o "cluster" agrícola, agora com o maior lago artificial da Europa a 'funcionar'? Ou a água só será para campos de golfe?

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 
At sexta set 03, 10:42:00 da tarde, Anonymous ravara said...

Caro 7RA, concordo em absoluto.
É a ausência da vertente agrícola no debate sobre as Regiões, que que nos deve alertar para as verdadeiras intenções de quem se diz regionalista, pode muito bem ser um centralista disfarçado. Cuidado com os regionalistas que falam em falta de aptidão agrícola do território nacional e de não competitividade do trabalhador português.

Alocar parte daquelas instalações num polo agro-industrial, de maquinaria e de tecnologia agrícola, dar uma ocupação aos milhares de jovens que estudam em Beja sem qualquer perspectiva de futuro no mercado do trabalho.

 

Enviar um comentário

<< Home