sábado, outubro 30, 2010

Mortágua - primeiro festival gastronómico dedicado à “Lampantana”

A câmara de Mortágua organiza este fim de semana alargado, o primeiro festival gastronómico dedicado à “Lampantana”.

O tradicional prato confeccionado com carne de ovelha ou borrego vai ser servido em nove restaurantes do concelho.

A iniciativa tem como objectivo “não deixar morrer este prato gastronómico muito enraizado na tradição de Mortágua”, adianta  o presidente do município. Trata-se de um prato que “está ligado às invasões francesas” e como este ano se está a comemorar o centenário deste acontecimento “é mais uma forma de ser assinalado”.

Segundo Afonso Abrantes, reza a história que, aquando da passagem das tropas napoleónicas pela região, as populações teriam, estrategicamente, envenenado as águas. Como era preciso cozinhar a carne, teria sido utilizado, como recurso, o vinho. “Da aliança entre estes dois ingredientes terá resultado este prato de excelência, cujo segredo na confecção e no tempero foi sabiamente guardado e perpetuado até nós”, frisa.

O que é a Lampantana?

A “Lampantana” é confeccionada com carne de ovelha ou borrego, cortada em nacos e devidamente condimentada, sendo no final bem regada em vinho, devendo permanecer assim durante um ou dois dias. Depois vai ao forno de lenha, sendo assada em caçoila de barro e servida com batata “fardada” e grelos a acompanhar, e um bom vinho da região.

Dos inúmeros rebanhos de gado lanígero que outrora pastavam pelas abundantes encostas de urze do concelho de Mortágua terá surgido o ingrediente fundamental à qualidade deste prato forte e suculento que em dias de festa era, e continua a ser, rei a mesa, por terras de Mortágua. O nome “Lampantana” deriva exactamente de “Lam” (lã), numa alusão aos lanígeros que constituíam a base do prato.

|as beiras|
.