sábado, outubro 30, 2010

SCUT - Ministro promete a presidente galego “agilizar” formas de pagamento

O ministro das Obras Públicas, António Mendonça, comprometeu-se hoje perante o presidente da Junta da Galiza, Alberto Núnez Feijóo, numa reunião no Porto, a estudar formas de “agilizar” o pagamento de portagens nas antigas SCUT.

“O governo português comprometeu-se esta manhã, no Porto, a analisar as propostas e medidas acordadas pelo governo galego, empresários portugueses e espanhóis e representantes políticos do norte de Portugal, em 15 de outubro em Vigo”, refere a Junta da Galiza, em comunicado enviado à agência Lusa.

Também em comunicado enviado à Lusa, o ministério português refere que na reunião de hoje foram discutidas “algumas hipóteses de agilizar a utilização dos diversos sistemas de pagamento pelos cidadãos da Galiza”.

“Ficou acordado um mecanismo de troca de informação entre o Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações e a Junta da Galiza, com vista ao acompanhamento do processo de introdução de portagens”, lê-se no comunicado.

O governo galego vai mais longe, garantindo que António Mendonça manifestou a “sua vontade de num curto prazo de tempo encontrar solução para os problemas que está a causar a implantação da cobrança de portagens nas vias portuguesas à circulação de mercadorias e particulares galegos.”

“O método de cobrança exigido pelo executivo português, baseado na utilização de dispositivos obrigatórios, de alto custo, representará uma barreira às dinâmicas relações e interrelações existentes na Euroregião Galiza-Norte de Portugal”, salienta a Junta da Galiza.

O governo galego realça que “cerca de 75.000 pessoas cruzam cada dia as fronteiras, por motivos comerciais, laborais, turísticos e até de saúde, totalizando 27 milhões anualmente”.

No seu comunicado, a Junta da Galiza explica que António Mendonça contactou Núnez Feijóo segunda feira, “em nome do primeiro ministro Sócrates”, para combinar uma reunião para “minimizar as consequências das novas portagens portuguesas”.

Na reunião, realizada hoje no Porto, participaram também o conselheiro do Meio Ambiente, Obras Públicas e Transportes da Junta da Galiza, Agustín Hernández, o director geral de Relações Exteriores e com a União Europeia, Xesús Gamallo Aller, o assessor de infraestruturas rodoviárias do ministro português, Pedro Costa, e o chefe de gabinete de António Mendonça, Manuel Farto.

|Destak|
.

Etiquetas: