quinta-feira, novembro 18, 2010

Porto Canal cada vez mais 'Norte Canal'

Porto Canal abrirá mais três delegações

A estação de televisão por cabo Porto Canal vai abrir no primeiro trimestre de 2011 delegações nas zonas do Cávado, Ave e Douro e contratar mais 17 jornalistas, disse esta quarta-feira à agência Lusa o director geral da estação.

Juan Figueroa acrescentou que serão contratados também oito a 13 operadores de câmara e o nome do canal poderá ser alterado, para uma designação ainda não escolhida que realce a nova vocação de estação regional do Norte.

"É uma consequência natural. A mudança de nome é quase inevitável, fruto da evolução que temos tido. Os bons resultados das experiências que fizemos com a abertura de delegações no Alto Minho, Trás-os-Montes e Douro/Tâmega fez-nos pensar que o caminho é sermos um canal do Norte", afirmou.

O director geral do Porto Canal referiu que as novas delegações serão criadas em Braga, Guimarães e, possivelmente, na Régua, não estando ainda confirmada a localização desta última.

Juan Figueroa afirmou que a programação do canal será mais informativa e menos de entretenimento, procurando fazer uma cobertura noticiosa de todas as zonas geográficas da região Norte.

Depois de uma aposta na agricultura, com a criação do programa "Terra", alimentado fundamentalmente por reportagens feitas nas delegações, o Porto Canal quer aproveitar a produção das novas delegações para alargar a cobertura especializada a dois outros temas, ambiente e turismo, referiu.

A criação de novas delegações vai envolver um investimento de cerca de 100 mil euros, excluindo custos com recursos humanos, mas a estação pretende manter nos próximos anos o orçamento atual, de cerca de dois milhões de euros por ano.

Juan Figueroa referiu que o Porto Canal "ainda não dá lucro", mas está a aproximar-se do equilíbrio.

"É normal que uma televisão demore cinco anos a dar lucro. Nós já temos quatro e não devemos atingir o equilíbrio no quinto ano, mas estamos a chegar lá, embora um pouco mais atrasados do que prevíamos", afirmou.

O director geral atribuiu à "conjuntura internacional" e à quebra da publicidade a demora em atingir a velocidade de cruzeiro.

O Porto Canal iniciou as suas emissões em 29 de Setembro de 2006, apresentando actualmente uma grelha com 24 horas diárias de transmissão televisiva.

A sua programação começou por apostar na informação de interesse específico para os 14 concelhos que integram o Área Metropolitana do Porto, mas foi sendo progressivamente alargada ao restante território nortenho, contando, para tanto, com a colaboração de empresas, autarquias e instituições da região.

Na direcção geral do canal, Bruno Carvalho foi substituído por Juan Figueroa Boullosa, o que representou um reforço do controlo acionista da Media Luso, uma participada do grupo espanhol Media Pro.

|JN|
.

Etiquetas: ,

2 Opiniões

At domingo nov 21, 11:02:00 da manhã, Blogger João Marques Ribeiro said...

Não vejo com nenhum agrado esta nova linha do Porto Canal. O Porto Canal, conforme o nome indica,é um canal para a cidade, para a Área Metropolitana, no máximo para o distrito.

Ao querer descaradamente tornar-se um "norte canal", está a ser o pior exemplo possível do centralismo do Porto.

É patético o lema de "o norte começa aqui". Simplesmente inacreditável. Nem em Lisboa se teria coragem para um disparate destes.

Se há que admitir que nos queixamos muitas vezes dos órgãos de comunicação social nacionais por serem demasiado centralistas e localistas em Lisboa, há que admitir também que o Porto Canal está a dar um péssimo exemplo neste aspecto.

Das duas uma: ou se decidem a ser um canal urbano, e mantêm o nome; ou então assumem-se como TV regional e mudam de nome. Agora estar a dizer "Porto Canal. O norte começa aqui", enquanto tratam de maneira especial o Porto, e dão uma atençãozita de vez em quando ao resto do "norte", isso não é de bom tom.

 
At domingo nov 21, 08:01:00 da tarde, Blogger Carlos Santos said...

O rumo deste Norte é mais do que evidente, o Porto e as suas províncias.

Espero que em Braga e Guimarães ainda exista alguma dignidade e não deixem abrir as portas enquanto não alterarem o nome do canal.

 

Enviar um comentário

<< Home