sábado, janeiro 22, 2011

Centralismo na televisão- ao que chegámos!

Ontem presenciei algo elucidativo sobre o estado a que chegámos em termos de centralismo na comunicação social.

Nos últimos tempos, nas televisões portuguesas, temos visto bastantes análises de vários especialistas sobre a situação económica e social de Portugal.

Invariavelmente, ou com os comentadores residentes de cada televisão nos estúdios de Lisboa ou Porto, ou com professores das universidades lisboetas ou portuenses.

Num zapping, passei pela Euronews que deu uma pequena reportagem-análise sobre Portugal, que durou poucos minutos... Nesse espaço de tempo, metade foi passado com um investigador da Universidade... de Coimbra; tendo como cenário de gravação o belíssimo Pátio das Escolas, na cidade de Coimbra.

Há quanto tempo não vemos algo assim na televisão?
Muito. Demasiado, certamente.
É preciso vir uma cadeia internacional de televisão para quebrar o centralismo asfixiante a que estamos sujeitos...

Ao que chegámos!

Pode ver a reportagem em http://pt.euronews.net/2011/01/21/proximo-presidente-portugues-devera-evitar-crise-politica/


João Marques Ribeiro

Etiquetas:

1 Opiniões

At sábado jan 22, 07:04:00 da tarde, Blogger Antonio Almeida Felizes said...

A própria RTP - fortemente, subsidiada por todos os portugueses - que no seu início tinha delegações importantes em vários pontos do país, hoje, tem quase toda a sua programação centralizada em Lisboa e o pouco que não está em Lisboa fica no Porto. O resto do país é paisagem !

 

Enviar um comentário

<< Home