quinta-feira, janeiro 06, 2011

Interior - Mão-de-obra escassa

Autarca de Vimioso teme que desertificação deixe ofertas de emprego para 2011 sem resposta

Na sequência de investimentos privados e municipais no concelho de Vimioso, cerca de 70 postos de trabalho serão criados em 2011. No entanto, o presidente da Câmara Municipal de Vimioso, José Rodrigues, afirmou temer a falta da mão-de-obra devido à crescente desertificação.

“Há oferta de emprego, mas não há população residente, já que muitos deixaram o concelho à procura de melhores condições de vida. Contudo, há pessoas com vontade de se fixarem em Vimioso”, revelou o edil.

A autarquia tem lançado nos últimos anos, incentivos para a fixação de jovens casais no concelho. “O que nem sempre é tarefa fácil. Agora, precisamos, de facto, de gente jovem para manter o concelho activo”, sublinhou o autarca vimiosense.

Investimentos na área da fileira da carne proveniente de raças autóctones, um complexo termal, um parque ambiental e uma unidade de comércio e armazenamento de cortiça, são, para já, as empresas com maior capacidade empregadora.

A Cooperativa Agrícola Mirandesa (CAM), actualmente, o maior investidor no concelho de Vimioso, lançou um concurso para admissão de pessoal para a unidade transformadora de carnes e o número de candidatos ficou bem aquém das expectativas. Para colmatar tamanha lacuna, os responsáveis pela CAM consideram contratar pessoal qualificado no exterior. “Mas os ordenados exigidos são demasiado altos. Temos o caso de um contabilista que nos pediu cerca de quatro mil euros mensais para desempenhar a sua função, o que é inconcebível”, confidenciou o representante da CAM, Fernando Sousa.

O responsável vai mais longe e garante que este tipo de pedidos, por parte de profissionais qualificados, se deve às assimetrias entre o litoral e o interior. “As pessoas exigem remunerações elevadas para fazer face as despesas do dia a dia. Em alguns casos, os profissionais têm de deixar as famílias nos seus locais de origem, o que acarreta mais despesas ”, afirmou o técnico.

|J Nordeste|
.

Etiquetas: