sexta-feira, janeiro 28, 2011

Líbia compra mais de um milhão de Magalhães

A JP Sá Couto, fabricante dos portáteis Magalhães, assinou na quarta-feira um memorando de entendimento com a empresa estatal líbia Electronic General Company para o fornecimento de computadores, formação técnica e construção de uma unidade de assistência técnica.

A informação foi prestada hoje à agência Lusa por Jorge Sá Couto, um dos administradores da empresa portuguesa que produz o portátil direcionado para as crianças que frequentam os primeiros anos escolares, adiantando que o investimento global de ambas as empresas ascende a pelo menos cinco milhões de euros, correspondente a um milhão de computadores.

O responsável referiu que o contrato para o fornecimento à Líbia de, no mínimo, um milhão de computadores Magalhães terá ainda de ser assinado em Abril, prevendo também a formação de técnicos, para efeitos de conceção de software e acabamentos do produto, e a construção de uma unidade de montagem e assistência técnica.

Concretizada a assinatura do contrato, três meses depois do memorando de entendimento, os primeiros 250 mil computadores poderão ser entregues às escolas líbias em Setembro, enquanto os restantes sê-lo-ão num prazo máximo de quatro anos lectivos.

A JP Sá Couto tem agendada para sábado uma reunião com o Ministério da Educação líbio para definição de conteúdos programáticos, sendo que vai ser criado um grupo de trabalho entre as duas empresas, com cinco elementos cada, para apresentação de propostas.

O valor de retorno do investimento da JP Sá Couto não foi referido.

O Magalhães já é usado em vários países, além de Portugal, nomeadamente na Venezuela.

|Lusa / SOL|
.

Etiquetas: