segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Galegos preferem Sá Carneiro

Galegos preferem Sá Carneiro pelas baixas taxas e aposta nas "low cost"
|
As taxas mais baixas e a destacada aposta nas companhias Low Cost no Aeroporto do Porto parecem estar a cativar cada vez mais passageiros galegos que preterem assim os aeroportos espanhóis. Doze por cento dos passageiros que em 2010 utilizaram o Aeroporto Francisco Sá Carneiro em 2010, eram galegos, mais 50 por cento que do que em 2008, de acordo com um estudo do perfil do passageiro realizado pela ANA – Aeroportos de Portugal.

“O aeroporto do Porto vai continuar a ganhar importância, nomeadamente o transporte Low Cost e isso beneficia em especial a Galiza, que escolhe a grande quantidade de companhias de baixo custo que operam no Porto”, disse, ao GRANDE PORTO, Fidel Abalo, da agência de viagens Celtravel. Fidel destaca também “a grande quantidade de voos directos a partir do Porto para as principais capitais europeias e as taxas baixas” como factores que influenciam a escolham dos galegos.

Maior diversidade

Também Maria Elena Rico, da Hálcon Alcampo Santiago, agência sediada em Santiago de Compostela, acredita que a maior diversidade de voos com partida do Porto está a fazer a diferença. “Julgo que o aeroporto do Porto vai sempre representar uma opção muito importante para a Galiza, principalmente numa altura em que diminuíram os voos directos desde Espanha. E temos no Porto voos com melhor preço para o Brasil e Caracas”, diz a responsável que destaca ainda o aumento de interessados em viajar para a Madeira e Cabo Verde a partir do Porto. De acordo com o estudo da ANA, no ano passado passaram pelo Aeroporto Francisco Sá Carneiro 600 mil passageiros da Galiza, o que representa um muito expressivo aumento de cerca de 200 mil passageiros face ao último estudo” de 2008. As principais razões apontadas para este crescimento são “a estratégia de promoção do aeroporto e o aumento da oferta de destinos”.

Segundo o perfil do passageiro incluído no estudo, os galegos que utilizam o Aeroporto do Porto são, sobretudo, provenientes de Vigo (52, 7 por cento), Pontevedra (19,8 por cento) e Ourense (13,6 por cento). Os principais destinos são a França, Portugal, Espanha, Suíça e Alemanha. A ANA acredita que “estes dados reflectem o crescente poder de atracção do Porto e da Região Norte e são um contributo decisivo para o aumento de receitas turísticas na região”, reforçando o Aeroporto Francisco Sá Carneiro como “catalisador económico do Norte”.

Contudo, existem também alguns agentes do turismo que não acreditam tanto na maior competitividade da Invicta face a Espanha. “O nosso leque de clientes prefere sair da Galiza – ou em último caso de Madrid – do que do Porto, que não fica tanto à mão”, explica Divina Fernández, assessora de viagens na Barceló Viajes, em Lugo.

|grandeportoonline.com|
.

Etiquetas: ,

1 Opiniões

At terça fev 22, 02:18:00 da manhã, Blogger Gaiato alentejano said...

É sem dúvida uma boa notícia, mas não sei se infelizmente vai ser sol de pouca dura. Isto porque a besteira que fizeram com as SCUT vai fazer com que muitos galegos pensem duas vezes antes de vir para o Porto.

Para já, numa notícia que li, no jornal galego «Faro de Vigo», mostra que a queda dos intercâmbios entre a Galiza e o Norte depois das portagens tem sido de 18%.

Deixo cá o link para caso alguém queira consultar a notícia:

http://www.farodevigo.es/gran-vigo/2011/02/04/intercambios-economicos-norte-portugal-galicia-bajaron-18-cobro-peaje-autovias/515356.html

 

Enviar um comentário

<< Home