terça-feira, fevereiro 15, 2011

Mercadorias exportadas em Leixões aumentam 60% em Janeiro

O presidente da Administração do Porto de Leixões revelou hoje que, em Janeiro, o volume de mercadorias exportadas registou um aumento de 60% face ao mesmo período de 2010.

Em declarações à Lusa, Matos Fernandes afirmou que em Janeiro o volume total de carga movimentada em Leixões cresceu 30% face ao mesmo mês de 2010, sendo nas exportações que o movimento é muito significativo.

"Pode-se dizer que um mês é só um mês, no entanto, ao longo de 2010 a exportação foi crescendo em Leixões", frisou Matos Fernandes.

Considerando que este crescimento se deve à "boa inserção que o porto de Leixões tem no território exportador do país", Matos Fernandes referiu que "é notória a aposta que as empresas portuguesas têm feito nas exportações".

Para o responsável, as empresas "estão cada vez mais a exportar para países fora da zona euro" e para a Angola, o que "implica necessariamente o transporte marítimo".

No primeiro mês deste ano, mais de 1,4 milhões de toneladas de mercadoria passaram por Leixões, 320 mil toneladas mais do que em Janeiro de 2010.

O presidente da Administração deste porto salientou ainda que Janeiro é normalmente "atípico em baixa, e o que se verifica é que este mês vem confirmar de forma muito evidente aquilo que foi já a tendência de crescimento verificada em 2010" do porto de Leixões.

Matos Fernandes destacou que a metalomecânica - "as grandes máquinas e aparelhos - é uma carga que tem crescido de forma evidentíssima em Leixões".

Segundo referiu, este tipo de carga cresceu mais de cinco vezes face a Janeiro de 2010.

Mas também a movimentação de granéis sólidos (milho, trigo, cimento e, entre outros, aparas de madeira) registou em Janeiro um aumento significativo, tendo este quadruplicado.

Outro dado registado com agrado prende-se com a carga contentorizada, que beneficiou de um crescimento de 23% em relação a Janeiro de 2010, tendo chegado perto das 450 mil toneladas.

Matos Fernandes considerou que, em Leixões, "2010 acabou bem e 2011 começou com dados que confirmam esta tendência positiva e até sublinham crescimento, em especial na exportação".

Quando questionado se acredita que 2011 vai ser um ano próspero para o porto de Leixões, Matos Fernandes afirmou que "seguramente que o primeiro trimestre deste ano há-de ser um muito bom ano".

|Oje/Lusa|
.

Etiquetas: