domingo, abril 10, 2011

Regionalização no Congresso do PS (II)

(...)

iremos trabalhar para pôr em prática o mais depressa possível um método que permita eleger os candidatos a deputados à Assembleia da República, em disputas uninominais concelhias, em número proporcional ao número de eleitores de cada município, de forma a que os representantes socialistas de cada distrito no Parlamento sintam de forma clara e inequívoca a responsabilidade de representar o distrito;

iremos lutar pela abolição do desvio de um terço de deputados de cada Distrito para candidatos indicados por Lisboa, a eufemísticamente denominada cota nacional;

iremos respeitar escrupulosamente os estatutos como um instrumento de defesa dos direitos dos militantes e de limitação dos poderes dos dirigentes, banindo qualquer desvalorização desse instrumento político-jurídico num mero instrumento administrativo;

a regionalização será um objectivo e uma bandeira maior pelo que pugnaremos por um mapa de regionalização coincidente com as cinco regiões-plano.

(...)

Etiquetas: