domingo, maio 22, 2011

Museu do Douro mais perto de ser "o melhor do mundo" com galardão europeu

O diretor do Museu do Douro considerou que a atribuição de uma menção honrosa no Prémio Museu Europeu do Ano 2011 coloca a instituição mais perto de ser “o melhor museu do mundo”.

“Felicíssimo”, o diretor da galardoada instituição, Fernando Maia Pinto, disse à Agência Lusa que estar entre os cinco melhores museus europeus “enche de orgulho” quem o dirige e deverá trazer “uma visibilidade muito grande”.

“Essa visibilidade é fundamental, aumenta visitas, expectativas, cria uma fasquia muito alta”, afirmou.

O Museu do Douro, em Peso da Régua, foi uma das seis instituições que hoje receberam menção honrosa no Prémio Museu Europeu do Ano 2011.

Ao lado do museu português, as outras menções honrosas foram para a Experiência Musical Britânica, no Reino Unido, para o Museu do Artista e do Contador de Histórias, na Rússia, para o museu espanhol da Memória da Andaluzia, para o alemão Museu Nacional Schiller e para o Museu da Guerra Civil Finlandesa.

Com este galardão, Fernando Maia Pinto diz estar mais perto de realizar o seu grande sonho: Dirigir “o melhor museu do mundo”.

“Pode ser uma utopia, mas luto por ela. E ainda tenho forças para tentar alcançar este objetivo”, disse.

O Museu Galo-Romano de Tongeren, Bélgica, arrecadou a vitória no Prémio Museu Europeu do Ano 2011, que é organizado pelo European Museum Fórum, uma organização europeia independente e sem fins lucrativos criada nos anos 1970 para promover a qualidade das instituições museológicas.

|Lusa|
.

Etiquetas: