domingo, agosto 07, 2011

Fundos para o Norte, Centro e Alentejo gastos em Lisboa

A contestação ao uso em Lisboa de fundos europeus destinados ao Norte, Centro e Alentenjo não trava o crescente desvio das regiões mais pobres para a mais rica do país. Em Junho, somava 190 milhões, tanto quanto o centro materno-infantil do Porto e o metro até à Trofa (cancelado).

O assunto já foi apreciado em tribunal nacional e será remetido para o Tribunal de Justiça da União Europeia, a pedido da Junta Metropolitana do Porto, cujo presidente, Rui Rio, teme que a resposta chegue tarde de mais, depois de gastas todas as verbas europeias.

Mas a contestação não trava a crescente transferência de dinheiro para Lisboa, região cujo poder de compra está bem acima do resto do país - corresponde a 137% da média nacional. A perder ficam as regiões para as quais a União Europeia dá os fundos: o Norte (cujo poder de compra é de 86% da média portuguesa), o Centro (84%) e o Alentejo (87%).

|JN|
.

Etiquetas: , ,