segunda-feira, março 19, 2012

"leizinha de extinção das freguesias"

Seguro critica "leizinha de extinção das freguesias"
O secretário-geral do Partido Socialista disse este domingo em Leiria que a proposta de Reforma Administrativa do Poder Local apresentada pelo Governo é "uma 'leizinha de extinção das freguesias".
António José Seguro sustentou que "o actual Governo e a maioria de direita quiseram passar a ideia de que tinham entregado na Assembleia da República uma proposta de Reforma do Poder Local, mas o que fizeram depois de nove meses foi entregar uma lei de extinção de freguesias".

O líder do PS garantiu que a proposta de lei "viola o princípio de autonomia" das autarquias, imposta às populações e que piora a qualidade de vida, sobretudo nas zonas rurais.
"Isto só pode vir de um Governo que não tem sensibilidade social e não conhece Portugal. As freguesias do interior e com pouca população são aquelas que mais precisam das freguesias, muitas em vias de desertificação, que viram partir serviços públicos, os CTT, GNR e extensões de saúde", defendeu o socialista.
António José Seguro frisou que "não faz sentido que o Estado abandone essas pessoas", destacando o facto de na maioria dos casos se tratar de população envelhecida.
Perante uma plateia constituída por muitos autarcas, no encerramento do Fórum Municipal que decorreu este domingo em Leiria, e a pouco menos de duas semanas da manifestação convocada pela Associação Nacional de Freguesias contra a reforma proposta pelo Governo, o secretário-geral do PS elogiou os autarcas e acusou a maioria PSD/CDS-PP de insensibilidade social.
@CM
.

Etiquetas:

2 Opiniões

At segunda mar 19, 12:01:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Não tenho partido politico mas já fui autarca muitos anos numa freguesia do interior beirão e bas ta ver os censos de 2011 para se analisar que as aldeias de hoje não serão iguais as aldeias de amanhã, não pode ser com reações populistas e não dar contributos para uma reforma administrativa e eleitoral que todos sabemos que é necessária para bem das nossas populações estando na oposição é também necessário dar contributos e alternativas e não ser do contra pelo contra.

 
At segunda mar 19, 04:44:00 da tarde, Blogger Antonio Almeida Felizes said...

Caro Anónimo,

Estas iniciativas do governo no âmbito administrativo têm muito pouco a ver com uma verdadeira reforma.

Tudo o que é proposto assenta, no essencial, na extinção/fusão/agregação de freguesias feita por critérios exclusivamente quantitativos. Convenhamos que é muito pouco...!

Cumprimentos

 

Enviar um comentário

<< Home