terça-feira, dezembro 11, 2012

FUNDOS DO MARÃO PODEM PASSAR PARA A AUTO-ESTRADA TRANSMONTANA

O Governo pretende canalizar os 200 milhões de euros de fundos comunitários afectos ao Túnel para a concessão da A4 Vila Real – Bragança, caso o processo se arraste nos tribunais.

“O Governo está empenhado na questão do Marão. Precisa que o Tribunal reconheça o abandono da concessão da parte das empresas construtoras, para poder intervir nas obras. Foi-nos referido que se esse processo não ocorrer em tempo oportuno, os 200 milhões de euros de fundos comunitários que estão afectos ao Túnel serão transferidos para a Auto-Estrada Transmontana, o que corresponderá a um esforço financeiro menor da parte do Governo no pagamento à concessionária”, garante o autarca.

Quem não aceita esta paragem nas obras, que já se arrasta há 18 meses, é o deputado socialista, Mota Andrade, que acusa o Governo de estar a adiar uma obra que é fundamental para toda a região Norte.

“Em termos de tráfego para Espanha, para a Europa, é uma obra fundamental, porque dificilmente a gente do litoral irá para a Europa pela Auto-Estrada Transmontana se esse túnel não existir, porque o Marão é uma barreira natural”, justifica o deputado.

Paragem preocupa

O deputado do PS lembra que está em causa um investimento de milhões de euros.

“Nada justifica já se terem investido 300 milhões de euros e a obra estar parada. Trata-se de uma obra extremamente complexa, que precisa de monitorização e de acompanhamento constante. A par disso há um estaleiro e há um conjunto enorme de equipamentos caríssimos cuja imobilização vai custar milhões e milhões ao Estado, ou seja vai custar milhões e milhões a todos nós”, denuncia Mota Andrade.
O recomeço das obras no Túnel do Marão depende agora de uma decisão judicial.
.

Etiquetas: