sexta-feira, fevereiro 07, 2014

NORTE CONJUNTURA - 3º Trimestre 2013


No 3º trimestre de 2013, o PIB português diminuiu 1,0%, em volume, face ao período homólogo de 2012 (resultado que compara com -2,0% no trimestre anterior). Entre trimestres consecutivos, o PIB cresceu 0,2% no 3º trimestre (+1,1% no trimestre anterior).

As exportações de mercadorias da Região do Norte recuperaram no 2º e no 3º trimestre de 2013. No 3º trimestre, as exportações regionais aumentaram, em valor, cerca de 4,6% face ao período homólogo (superando o crescimento de 2,5% estimado para o trimestre anterior), tendo sido impulsionadas sobretudo pelas vendas de calçado. Esta indústria atravessa, a nível nacional, um momento de expansão dos seus negócios, com impacto positivo sobre a utilização de mão-de-obra.

A taxa de desemprego da Região do Norte desceu, no 3º trimestre, de 17,2% para 16,6%, mas sem que houvesse criação líquida de emprego. O emprego regional diminuiu 4,4% em termos homólogos e estabilizou face ao trimestre anterior.

O movimento nos estabelecimentos hoteleiros da Região do Norte intensificou o seu crescimento no 2º trimestre e também no período Julho-Agosto de 2013.

O financiamento bancário à economia da Região do Norte continuou a reduzir-se no 3º trimestre de 2013, sobretudo em relação às empresas, cujo rácio de crédito vencido atingiu novo máximo (11,4%).

A inflação na Região do Norte foi nula na média do 3º trimestre de 2013, tornando-se mesmo negativa nos meses de Agosto a Novembro.

No final do 3º trimestre de 2013, a taxa de realização de fundo global do QREN na Região do Norte (valor do fundo executado face ao aprovado) cifrava-se em 70,0% (compara com 67,7% no 2º trimestre).

@CCDR_Norte

Etiquetas: