domingo, abril 13, 2014

INVESTIMENTOS PRIORITÁRIOS ATÉ 2020


Governo divulga investimentos prioritários de 6 mil milhões até 2020

O executivo de Passos Coelho divulgou esta terça-feira a lista dos investimentos prioritários em infraestruturas e transportes até 2020.

Nos próximos anos vão ser investidos cerca de seis mil milhões de euros nos sectores portuário, ferroviário, rodoviário, aeroportuário e em transportes públicos.

O sector ferroviário vai receber a fatia de leão deste investimento: são 2,6 mil milhões de euros.

Segue-se o sector marítimo-portuário com 1,5 mil milhões; o rodoviário com 898 milhões; os transportes públicos de passageiros com 755 milhões; o aéreo e aeroportuário com 241 milhões.

A maior parte do dinheiro para financiar estes investimentos vai ter como origem os fundos comunitários - o Acordo de Parceria 2020. São 2,6 mil milhões no total a vir de Bruxelas.

O sector privado vai entrar com 1,8 mil milhões, seguindo-se o dinheiro proveniente do Orçamento do Estado, 1,3 mil milhões.

O atual programa de fundos comunitários, o QREN que termina em 2015, vai entrar com 145 milhões, a maioria no sector rodoviário.

Sector ferroviário
- Corredor Sines/Setúbal/Lisboa  - Caia - 800 a 1000 milhões
- Corredor Aveiro/Leixões - Vilar Formoso - 900 milhões
- Conclusão da modernização da Linha do Norte - 400 milhões
- Linha do Minho - 145 milhões
- Linha do Oeste - 135 milhões
- Linha do Sul - 20 milhões
- Linha de Leixões - 20 milhões
- Linha do Sul (terminal de Termitrena) - 14 milhões
- Linha Beira Baixa (Covilhã - Guarda) - 80 milhões
- Linha do Algarve - 55 milhões
- Linha do Douro (Caíde - Marco de Canavezes - 20 milhões
- Linha do Douro (Marco - Régua) - 20 milhões
- Linha do Douro (Régua - Pocinho) - 16 milhões
- Linha do Vouga (Aveiro - Semada do Vouga e Espinha - Oliveira de Azeméis) - 3 milhões
- Linha do Sul (Ramal de Neves Corvo) - 11 milhões

Sector marítimo - portuário
- Porto de Lisboa - Novo terminal de contentores - 600 milhões
- Porto de Leixões - criação de um novo terminal de contentores - 200 milhões
- Porto de Leixões - plataforma logística - 118 milhões
- Porto de Leixões - Novo terminal de cruzeiros - 50 milhões
- Porto de Leixões - Ampliação terminal de contentores sul - 38 milhões
- Via navegável do Douro - 74 milhões
- Porto de Aveiro - melhoria de acessos marítimos para navios de maior dimensão - 26 milhões
- Porto de Aveiro - melhoria de infraestruturas marítimas - 54 milhões
- Porto de Aveiro - melhoria das condições operacionais dos terminais - 4 milhões
- Porto da Figueira da Foz - 25 milhões
- Porto de Lisboa - Aumento do terminal de contentores de Alcântara - 47 milhões
- Porto de Lisboa - reativação do terminal do cais da Siderurgia Nacional - Seixal - 6 milhões
- Porto de Lisboa - melhoria da navegabilidade e descontaminação do estuário do Tejo Seixal + Alhandra - 90 milhões
- Porto de Lisboa - Nova garde de passageiros de cruzeiros - 25 milhões
- Porto de Setúbal -29 milhões
- Porto de Sines - Expansão do terminal de contentores XXI - 139 milhões

- Portos do Algarve - 10 milhões

@DN

Etiquetas: