quinta-feira, junho 12, 2014

PORTO: O EFEITO DO 'LOW COST'


Porto duplica passageiros e dormidas em 10 anos. Efeito low cost?

Em 10 anos, a cidade do Porto duplicou os números de dormidas

No ano do Euro 2004 a hotelaria do concelho registava 1.064.188 dormidas, segundo o Instituto Nacional de Estatística (INE) - Em 2013 contava-se já 2.498.121 dormidas.

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro teve há 10 anos um tráfego de cerca de 2.944.000 passageiros de acordo com o relatório e contas da ANA. Em 2013 o aeroporto recebeu 6,4 milhões de passageiros.

Contribuem para este crescimento o aumento gradual de companhias low cost como a easyJet, Transavia, Vueling e Ryanair, que tem no aeroporto uma base.

De janeiro a abril, o aeroporto do Porto teve um aumento de tráfego de 9.2%

A Ryanair melhorou 4,4%, a TAP 4,3% e a Transavia.com 23,9%.

A companhia low cost irlandesa Ryanair manteve o domínio de tráfego no Porto, ao transportar 37,1% dos passageiros voados no quadrimestre, cerca de 701,7 mil. A easyJet transportou cerca com 243,3 mil num aumento de 3,6%.


Em destaque continua também a Transavia.com que voou de e para o aeroporto nortenho 108,7 mil pessoas, mais 23,9%.
.

Etiquetas: