quinta-feira, julho 03, 2014

NORTE: CONJUNTURA 1.º TRIMESTRE 2014

  • No 1º trimestre de 2014, o PIB português aumentou 1,3%, em volume, face ao período homólogo do ano passado, confirmando assim a inversão de tendência operada no final de 2013, apesar de uma ligeira desaceleração face ao registo do trimestre anterior (1,5%).
  • Após cinco anos com variações homólogas sempre negativas, o emprego regional beneficiou de uma inversão de tendência, registando, no 1º trimestre de 2014, um crescimento de 1,5% em termos homólogos, impulsionado sobretudo pelas indústrias transformadoras.
  • A taxa de desemprego voltou a descer, tal como nos três trimestres anteriores, fixando-se em 15,8%.
  • As exportações de mercadorias da Região do Norte sofreram uma desaceleração, mas mantiveram uma evolução positiva, com um crescimento nominal de 4,8% no 1º trimestre de 2014 (que compara com 6,9% no trimestre anterior).
  • O crescimento das exportações regionais no 1º trimestre foi impulsionado sobretudo pelas vendas de produtos tradicionais, como o vestuário, o mobiliário e o calçado.
  • Os níveis de incumprimento bancário das empresas e das famílias da Região do Norte voltaram a subir no 1º trimestre de 2014, enquanto o financiamento bancário à economia continuou a reduzir-se.
  • A Região do Norte convive com valores negativos de inflação desde Agosto de 2013. No 1º trimestre de 2014, os preços no consumidor desceram 0,5% face ao trimestre homólogo do ano anterior.
  • No final do 1º trimestre de 2014, a despesa pública validada relativa a operações do QREN na Região do Norte ascendia a 8185 milhões de euros (+24,3% do no final do trimestre homólogo de 2013).

@  NC - CCDR-N
.

Etiquetas: