sábado, julho 05, 2008

Pensamento de Verão

A prossecução do objectivo de maior equidade territorial exige que o Estado não se demita de impulsionar políticas que aproximem os níveis de qualidade de vida dos cidadãos, independentemente dos territórios que habitam. Trata-se, efectivamente, de uma acção redistributiva dos recurso nacionais. Mas, as leis que criam as novas entidades territoriais centralizam o controlo sobre o território e tendem a desresponsabilizar o Estado do desígnio constitucional de um desenvolvimento regional harmonioso.

Pedro Soares
.

2 Opiniões

At sábado jul 05, 06:34:00 da tarde, Blogger hfrsantos said...

Pensamento de Verao:

Portugal volta a enfrentar mais uma crise, desta vez devido ao alto preço do petroleo.
Esta crise tem a particularidade de afetar todos os paises do mundo, pelo que Portugal nao esta em desvantagem.

Quem encontrar as melhores soluçoes para a crise energetica saira reforçado da crise e Portugal com a sua experiencia no uzo de energias renovaveis tem trunfos para ser campeao.

Quanto a Regionalizaçao resta gaurdar a esperança de que vivemos numa democracia com mais de 30 anos e que a luta democratica pelas ideias é bem aceite pelas chefias politicas e militares do Pais.

Nao tememos uma guerra civil e nao somos mortos ou sequestrados por ter ideias diferentes da maioria politica e militar.

Resta-nos continuar a lutar pelas nossas ideias e mostrar aos portugueses como a Regionalizaçao é a chave de sucesso do desenvolvimento regional na Europa e em Portugal nos Açores e Madeira.

Regionalizaçao é preciso no continente.

 
At domingo jul 06, 07:40:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

Trata-se antes de valorizar os recursos nacionais, através das diferenças e potencialidades regionais, isto é, de cada uma das 7 Regiões Autónomas.
Depois, então é possível proceder à sua redistribuição num quadro de critérios onde predomine a subsidiariedade nacional, para que o equilíbrio sustentado económico e social possa ser assegurado sem quaisquer constrangimentos.

Assim seja, amen.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home