terça-feira, setembro 23, 2008

Regionalização do Ensino

Madeira

Região quer regionalização do ensino

Alberto João Jardim garante que a região continuará a lutar pela regionalização do ensino e "só razões político-partidárias" impedem a Madeira de corresponder ao objectivo dos 12 anos de ensino obrigatório.

O presidente do Governo madeirense falava no dia em que arrancou mais um ano escolar na Madeira, na inauguração de um novo estabelecimento de ensino, a Escola Básica do 1º ciclo do Rancho e Caldeira, no concelho de Câmara de Lobos, um investimento do executivo madeirense que ascendeu a 2,8 milhões de euros.

"Há dias o Presidente da República defendia o ensino obrigatório de 12 anos e é um objectivo que subscrevemos. A Região Autónoma da Madeira está em condições, se não fosse a incapacidade do Estado central, de pô-lo em funcionamento porque todas as escolas estão em condições de responder a esse objectivo", disse Jardim.

O governante salientou que a parte das infra-estruturas é da responsabilidade da região, mas, "infelizmente, as linhas gerais do ensino são da competência do Governo da República".

"Isto é contra a autonomia", sustentou, acrescentando que a Madeira "não abdica da luta pela regionalização do ensino", o que não acontece "só por razões político partidárias".

RR"

7 Opiniões

At terça set 23, 03:49:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

A política seguida assim como os meios utilizados (verbais cincluidos) para a implementar na sociedade pelo actual Presidente do Governo Regional da Madeira nunca colheram a minha concordância, sabendo que aquele dirigente não precisa dela para nada, absolutamente nada.
No entanto, a nossa incapacidade de gerar condições reais de desenvolvimento equilibrado e sustentado é como o código postal, "é meio caminho andado" a favor do separatismo.
Os dirigentes políticos nacionais quando acordarem já será muito, muito tarde (não estou a referir-me somente aos Arquipélagos dos Açores e da Madeira).
Infelizmente,

E tudo isto continua "A BEM DA NAÇÃO".

Assim não seja, amen.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 
At terça set 23, 05:22:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

És um morrinhoso.(salvo erro )
Tens uns canudos, muito probavelmente adquiridos no tempo do "PREC" e pensas que és superior ao comum dos mortais.
Debate de ideias????
Que ideias?????
Ideias de MERDA??????
Não queres tu descentralizar em Lisboa para centralizar no Porto.
Região autónoma de Entre-Douro-e-Minho, JAMAIS .
Mete isso na tua cabeça de alho xôxo.
Luta por uma região autónoma do Grande Porto.
Assim como estamos fartos de pagar as grandes obras em Lisboa, também estamos fartos de pagar a factura do metro do Porto, da casa da música,do estádio do dragão, etc, etc, etc......
Percebeste a ideia???????

 
At terça set 23, 05:31:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Todos sabemos porque convém "juntar" o Minho e Trás-os-Montes ao Porto.
Para baixar o nivel de vida médio e assim reinvindicar mais dinheiro, para gastar onde?
-No Porto.

 
At terça set 23, 05:48:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caro Anónimo Disse ... das 05:22:00 PM,

Ainda bem que continua a aparecer a comentar os meus textos.
As suas intervenções são uma delícia, "bon sempre muito bem no batalha".
Imagine-se num deserto e tem vontade iminente de urinar; à sombra, só lhe restam 2 árvores, um frondosa, a outra nem por isso; presumo que vai urinar na árvore frondosa.
Percebeu a ideia?

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

PS - Não é "salvo erro", está mal escrito; é "salboerro".

 
At terça set 23, 09:46:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

MARAVILHA DE DIÁLOGO.
Construam abrigos e coloquem arame farpado, que os Brazucas das favelas estão mudando de poiso.
Quem avisa amigo é.

 
At terça set 23, 11:14:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caro Anónimo disse ... das 09:46:00, PM,

Ainda bem. Agradeço o aviso. Bem me parecia que era tudo encomendado.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 
At quarta set 24, 08:56:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Mas agora tu é que sabes como é?
Eu escrevi, e muito bem, "salvo erro".

 

Enviar um comentário

<< Home