quinta-feira, outubro 09, 2008

Open Days 2008

Regions and Cities in a challenging world"

6 a 9 de Outubro de 2008, em Bruxelas

A Semana Europeia das Regiões e Cidades - Open Days 2008, é uma iniciativa da Comissão Europeia – Direcção Geral da Política Regional e do Comité das Regiões. Constitui o maior evento europeu no domínio das políticas regionais, promovendo seminários e grupos de trabalho com vista à análise da nova geração da Política de Coesão.

Tema

Objectivos

Actividades

Calendarização

Participantes e intervenientes

Participação nacional

Contactos

Open Days 2007




.

Tema

“Regions and cities in a challenging world” foi o tema escolhido para 2008.



.

Objectivos

  • aprofundamento da inserção das regiões nas redes de conhecimento e competitividade à escala europeia;
  • cooperação e criação de redes regionais para troca de conhecimentos sobre boas práticas, por forma a contribuir para a modernização social e económica;
  • desenvolvimento regional.



.

Actividades

O programa é composto por 120 sessões, distribuídas pelos três dias do evento, agrupadas de acordo com quatro prioridades temáticas:

  • inovação nas regiões: promoção do investimento, desenvolvimento tecnológico e inovação;
  • desenvolvimento sustentável: reacções a nível regional às alterações climáticas;
  • cooperação e redes: partilha de boas práticas em desenvolvimento regional;
  • olhando para o futuro: uma política europeia de coesão para amanhã.

Será ainda promovida a organização de seminários e de eventos em todas as regiões participantes.

Neste contexto, foi desenvolvido o Investors' Café, um fórum de comunicação e encontro entre instituições (privadas e públicas) e as regiões e cidades europeias, permitindo a identificação e exploração de oportunidades de investimento e de criação de emprego.



.

Calendarização

O Open Days 2008 - Semana Europeia das Regiões e Cidades decorrerá de 6 a 9 de Outubro de 2008.



.

Participantes e intervenientes

Inscreveram-se cerca de 217 cidades e regiões de 32 países, incluindo 26 Estados Membros, Turquia, Croácia, Noruega, Suiça, Bósnia Herzegovina e Islândia.

A Open Days 2008 reune uma grande diversidade de intervenientes, tais como: elementos da Administração Central, Regional e Local, representantes das instituições comunitárias (Parlamento Europeu, Comité das Regiões, Comité Económico e Social), especialistas na gestão/avaliação da Política de Coesão, investidores, entre outros.



.

Participação nacional

Portugal empenhou-se na participação activa das regiões portuguesas (através das Comissões de Coordenação de Desenvolvimento Regional e Governos das Regiões Autónomas), conseguindo a aprovação de todas as candidaturas apresentadas. A CCDR de Lisboa e Vale do Tejo liderará a candidatura de um grupo de regiões oriundas de diferentes Estados-Membros, sob o tema “A água como factor de competitividade: economia marítima inovadora”.

As restantes regiões portuguesas participantes encontram-se inseridas nos seguintes consórcios:

  • Região Norte - "Celtic connections"
  • Região Centro - "Sustinable energy regions III"
  • Alentejo - "Working together for sustainability and innovation"
  • Algarve - "Regions of the seas"
  • Região Autónoma dos Açores - "The water-based competitiveness network"
  • Região Autónoma da Madeira - "Meeting the targets of climate change"



.

Contactos

Comité das Regiões

E-mail de Jan Bláha

Sítio Internet Open Days 2008

Comissão Europeia – Direcção Geral de Política Regional


E-mail de Wolfgang Petzold



.

Open Days 2007

Open Days 2007 no CIEJD

2 Opiniões

At quinta out 09, 10:16:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

SR:
Anónimo pró-7RA
So 3/4 da dita que que me estão destinados eu cedo-lhos com prazer.
Poderá o Sr. utilizar a totalidade como entender.
Como menos por menos dá mais...
não sei se está a entender, a dita com a dita pode dar......
misture-se bem com ela...
Manny Cunha

 
At quinta out 09, 08:43:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

Caso a regionalização estivesse já implementada, a tempo e a horas (isto é, há 32 anos), seria grande a certeza de as conclusões e propostas que vierem a ser formuladas, neste importante encontro das Regiões Europeias, terem implicações muito mais profundas e duradouras do que na versão centralizada, centralizadora e jacobina do regime de governação actual.
Como sempre e em tudo, procura responder-se sempre com atraso, a destempo e da pior forma possível (mesmo depois de ensaiadas tentativas mais ou menos estudadas, mas sem êxito), com a incapacidade e inabilidade política de satisfazer seja quem for que procure optar por um desenvolvimento equilibrado e autosustentado.
Infelizmente, é pena.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home