quarta-feira, março 04, 2009

Estatísticas

Movimento de passageiros nos aeroportos 

Em 2008, movimentaram-se cerca de 28 milhões de passageiros nos aeroportos localizados em Portugal, uma subida de 2,7% face ao ano anterior.

Este crescimento representa uma desaceleração face a 2007, ano em que o aumento registado no movimento de passageiros foi de 8,6%.

Considerando os aeroportos de maior dimensão, no que se refere ao movimento de passageiros é de assinalar o forte aumento registado em 2008 no Aeroporto Francisco Sá Carneiro (Porto), com um acréscimo de 13,7% e os aumentos verificados nos aeroportos de Lisboa (+1,6%) e da Madeira (+2,5%), tendo o aeroporto de Faro registado um ligeiro decréscimo (-0,4%).

No movimento de carga e correio, o conjunto da infra-estrutura aeroportuária do país registou um acréscimo de 3,9%. “Valores ainda positivos num ano em que o sector foi penalizado pelo aumento do preço dos combustíveis e, sobretudo a partir do final do ano, pela crescente crise económica internacional, originando a consequente retracção na mobilidade das populações”, refere o INE.

Metro de Lisboa com menos passageiros, Metro do Porto com mais

Nos sistemas de Metropolitano de Lisboa e Porto foram transportados, durante o ano de 2008, cerca de 231 milhões de passageiros, o que corresponde a um aumento de 0,7%, face a 2007.

O Metropolitano de Lisboa transportou 179,3 milhões de passageiros (-0,2% face ao mesmo período de 2007), enquanto o Metro do Porto transportou 51,5 milhões de passageiros (+3,8%).
.

1 Opiniões

At quarta mar 04, 05:14:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

As estatísticas são o que são; a realidade apenas nos diz que nunca mais saímos do marasmo deste subdesenvolvimento e da falência a prazo, apesar do manancial de novas tecnologias veiculadas pela comunicação social, como sendo o "último grito" na inovação tecnológica.
Tiques de novos ricos.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home