domingo, agosto 23, 2009

Pensamento de Domingo !

Atente-se no seguinte:

- Nas próximas eleições legislativas, de onde sairá o próximo governo da nação, só os distritos de Lisboa e do Porto elegem, em conjunto, qualquer coisa como 87 deputados (38% do total).

- Já os distritos da Guarda e Bragança, somados, elegem apenas 7 deputados (3%).

Ora, num sistema político-administrativo fortemente centralizado (sem Regionalização) onde os investimentos públicos são feitos à medida do peso eleitoral dos territórios envolvidos, não se vislumbra como é que, algum dia, o Interior do país conseguirá inverter o seu estado de declínio constante.
.

1 Opiniões

At terça ago 25, 04:22:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

Se ao menos os deputados eleitos fossem naturais dos distritos, do mal o menos.
O que é relevante é implementar políticas regionais e de desenvolvimento regional, para inverter a situação concentracionista de todos os recursos, mesmo das populações, nas regiões do litoral.
Como tem sido meu hábito escrevê-lo, se não for a bem será a mal; agora, todas as atençõs concentradas no Seixal, mas hão-de aproximar-se e muito da cidade-capital, sendo apenas uma questão de tempo.

Sem mais nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home