domingo, fevereiro 28, 2010

Gallaecia, centralismo e desporto



"Depois do 25 de Abril, era natural ter reuniões no Porto com administradores de bancos e de companhias de seguros. O próprio BPI e BCP, que nasceram na CCDR-Norte, já não têm a administração no Porto. Hoje em dia, um jovem quadro da banca que esteja no Porto está sem perspectivas de evoluir na carreira."

"Há cerca de uma década, o PIB per capita da Galiza e do Norte de Portugal era idêntico e agora a diferença é superior a 40%. A grande diferença entre as duas regiões ibéricas reside na organização do respectivo sistema político."

"Se imaginássemos que os Estados centrais implodiam, a Galiza e o Norte de Portugal formam claramente um país, partilhando características muito próprias."

Estas três frases foram proferidas por José Silva Peneda, ex-ministro de Cavaco Silva, ex-eurodeputado do PSD e presidente do Conselho Económico e Social, numa entrevista publicada pelo JN em 19 de Dezembro passado.

Embora o centralismo do Terreiro do Paço seja cada vez mais descarado, com frequentes atitudes discriminatórias face ao resto do país, não existe (ainda) um sentimento separatista significativo no Norte de Portugal. Contudo, penso que o Porto e o Norte teriam muito a ganhar se aprofundassem a ligação à Galiza, tirando partido do seu passado comum e das características sócio-culturais que os unem. Daí que seja estratégico dar vida à Euro-região Norte de Portugal - Galiza, reforçar o papel do Eixo Atlântico do Noroeste Peninsular e construir o TGV Porto-Vigo em linha mista (para passageiros e mercadorias), obrigatoriamente prevendo uma estação num aeroporto Sá Carneiro com gestão autónoma.

Evidentemente, o poderosíssimo loby centralista tudo fará para boicotar, atrasar ou dificultar todos os projectos ou iniciativas que contribuam para fazer sombra à "capital do Império", mas cabe-nos a nós, portuenses, minhotos, durienses e transmontanos, lutar por aquilo que nos permita, e aos nossos filhos, ter um futuro melhor.

(...)
(continuar a ler ... Reflexao Portista )

2 Opiniões

At sexta dez 31, 06:34:00 da tarde, Anonymous Esteves said...

Esta cambada de traidores do Porto, que nao misture os Transmontanos nestes pan-galiscismos.

Os transmontanos são gente patriota e responde perante Lisboa, nunca perante o Porto, e falo como Transmontano.

É para isto que vocês querem regionalizar o pais no mapa das 5 regiões, para matar Portugal.

Ides num lindo caminho.

Esta visto que o objectivo da regionalização é ressuscitar a galécia.

Qualquer portugues patriota se considera lusitano, visto que lusitania pre-romana chegava ao cantabrico, menos meia duzia de separatistas do porto e arredores.

Traidores.

Nada mais vos posso chamar.

 
At quarta nov 05, 01:16:00 da tarde, Blogger fredia laila said...


Oferecer ajuda

Bom-dia,Primeiro recomendar-lhes -ia que ter cuidados com as ofertas na rede
láalertas. Ao facto que mais de 90% de quest' avvisi sejam fraudulentos. A
Hoje em dia há cada vez mais fraude. Queria pedir emprestado
dinheiro, após ter enviado um parecer, todos os dias recebido mais25 mensagens fraudes qualquer coisa que pedem dinheiro
que julgamDespesas camisas. E seria apagar a sua mensagem, mas um dia
caiu numa pessoa leonido designado de Verona,
pensei que fezTambém o partido descarado de rede, mas para a minha grande surpresaeste último é diferente, deu-me um empréstimo de € 40.000
com uma taxa de 2% reembolsável muito bem no número de vezes que
querer. Confirmar-o agora e se chegar que procura empréstimos
contactar por enviar por correio eletrónico. Há aqui o seu correio eletrónico
:



armellassantos@gmail.com


NB tranquilizar-o e juro que deverá apenas pagar as despesas inscrição e contrato para recuperar a possessão dos seus fundos.

 

Enviar um comentário

<< Home