sexta-feira, setembro 24, 2010

TGV à porta de ... Bragança !

AVE (TGV) à porta de casa é um dado adquirido na Puebla de Sanabria localidade a 28 Km de Bragança. Será em 2014 e obras já estão adjudicadas

Os sanabreses têm, de facto, motivos para sorrir. Depois de alguns cortes milionários no plano de investimentos do “Ministério de Fomento en Castilla y León”, o seu delegado do Governo, Miguel Alejo, garantiu não existirem dúvidas quanto ao seguimento da futura estação da rede de Alta Velocidade Espanhola (AVE) projectada para Puebla de Sanabria.

Trata-se de uma infra-estrutura que faz parte da linha do AVE Galiza-Madrid e que já tem local escolhido. Será em Otero, um pequeno povoado situado a 4 quilómetros da Puebla, num terreno onde está instalada, actualmente, uma quinta de criação de ovelhas.

Contudo, e apesar de adjudicada, as obras atrasaram-se e o AVE não chegará à Sanabria antes de 2014. No entanto, em apenas dois anos, o comboio conectará a cidade de Zamora a Madrid.

O projecto da Estação do AVE na Puebla está a correr muito bem. Não formou parte das restrições impostas pela crise e trabalhámos muito na sombra com o Governo de Espanha e graças à sua receptividade, mantêm-se as obras do AVE”, afirmou ao Jornal Nordeste o alcalde da Puebla de Sanabria, José Blanco

Questionado sobre o andamento das obras no troço Galiza – Zamora, o responsável declara que, até ao limite de Orense, já está tudo adjudicado. “Em 2014, contamos já ter tudo pronto, inclusive a estação do AVE na Puebla”, anunciou José Blanco.

Falta uma auto-estrada que ligue León a Bragança para que com o AVE, e o aeródromo de Bragança

Na opinião do Alcalde, falta uma auto-estrada que ligue Léon a Bragança para que com o AVE, e o aeródromo de Bragança, para que “se faça um núcleo de inter-comunicações importante”. “Se formos capazes de concretizar estas comunicações, daremos um grande passo em frente, mesmo com a Europa. Aquilo a que nós chamamos uma rede transeuropeia”, afiançou.

“Para além do desenvolvimento local, vai-nos conectar com todo o Norte de Portugal, com o aeródromo de Bragança e só nos falta, mesmo, a estrada que está mal e temos que continuar a lutar para que nos façam uma nova”, lamenta o alcalde, referindo-se à estrada até à fronteira com Portugal, no Portelo (Bragança).

Logo que o AVE esteja a funcionar, necessitamos de uma nova estrada, pois de Bragança ao AVE e a Madrid seria hora e meia. E Barcelona 6 horas. Isso supõe um avanço nas comunicações importante”, defende José Blanco.

De primordial importância, seria a ligação Puebla-Bragança. “A ver se cobrimos, primeiro, o troço entre a Puebla e Bragança, que é o que mais impulso necessita”, reafirma o autarca.

|Bruno Mateus|
.

Etiquetas:

1 Opiniões

At sexta set 24, 06:10:00 da tarde, Anonymous Rui Silva said...

Tanta coisa e tanto dinheiro com a ligação TGV Madrid-Lisboa (ou Poceirão)e afinal a cidade de Bragança vai ter uma estação a pouco mais de 25 Km. Bragança vai ficar muito mais perto de Madrid (1,5 h) do que de Lisboa (6 horas).

 

Enviar um comentário

<< Home