quinta-feira, outubro 28, 2010

Alentejo - Terminal de Sines duplica capacidade

A Administração do Porto de Sines (APS) admite a possibilidade das obras relativas à segunda fase de ampliação do molhe leste daquela infra-estrutura, onde funciona o Terminal de Contentores, virem a arrancar ainda este ano, agendando o início da empreitada para o mês de Dezembro.

A obra é considerada fundamental para viabilizar a próxima fase de expansão do Terminal XXI, gerido pela PSA Sines, que ambiciona vir a duplicar da capacidade de movimentação de contentores, de 400 mil para 800 mil TEU/ano.

De resto, já começaram a atracar no porto os novos gigantes do mares, com capacidade para transportarem 14 mil TEU´s, através do serviço regular que semanalmente liga o Terminal XXI ao Extremo Oriente, sendo que, segundo a administração portuária, “a escala de navios desta envergadura reforça a visão estratégica destes novos serviços segundo a qual, já hoje, os portos «hub» em que Sines se insere como o grande «hub» da fachada atlântica e um dos maiores na Península Ibérica.” Para receber estes navios, os portos terão de possuir profundidades ao Zh (Zero hidrográfico) iguais ou superiores a 16 metros.

Uma nova realidade que no futuro vai viabilizar a operação simultânea de dois megacarriers. Para além das obras de ampliação, o Terminal será ainda reforçado em termos de equipamento, sendo que esta fase de expansão engloba a aquisição de mais três pórticos de cais e equipamento de movimentação em parque. O investimento total desta fase de expansão é da ordem dos 78 milhões de euros que resultarão numa maximização da eficácia e operacionalidade do Terminal XXI.

O objectivo a médio e longo prazo é bem mais ambicioso, visando preparar o porto para cerca de 5 milhões de TEU´s anuais, sendo que em 2010 o movimento de contentores deverá ficar pelos 350 mil, o que, ainda assim, representará um crescimento de 70% face ao ano passado, muito marcado pela crise económica mundial.

|DS|
.

Etiquetas: