terça-feira, novembro 09, 2010

Trás-os-Montes - Azeite "Porca de Murça" distinguido em Concurso Internacional

O Azeite Porca de Murça conseguiu, uma vez mais, ser distinguido como um dos melhores azeites do mundo. Desta vez, o Lote 50 da Cooperativa Agrícola dos Olivicultores de Murça, CRL (CAOM) arrecadou uma Medalha de Prata no prestigiado Concurso Internacional de Azeites “Los Angeles International Olive Oil Competition 2010”, onde estiveram presentes 477 azeites de 318 produtores de todo o mundo.

A atribuição deste distinto prémio vem coincidir com uma fase de profunda reestruturação da CAOM, que, mantendo a qualidade que lhe é reconhecida por todo o mundo, decidiu diversificar a sua gama de produtos, dando-lhes uma imagem mais moderna e actual.

O investimento realizado em termos de imagem e o lançamento de novos produtos vem de encontro à ambição da cooperativa de reposicionar o Azeite de Murça nas suas diversas marcas, de forma a reforçar o seu posicionamento elevado no mercado, alicerçado na qualidade e características químicas e sensoriais de excepção do azeite produzido. Com este investimento a Cooperativa espera conseguir um aumento do volume de vendas de 20% em dois anos, alicerçado na aposta em mercados externos de elevado valor acrescentado.

Já no próximo Natal, o Azeite Porca de Murça estará presente no mercado com 3 marcas comerciais distintas que reflectem o trabalho de selecção na produção, sendo o Azeite Porca de Murça a sua categoria “Premium”, o Azeite Senhor de Murça como a sua gama “Clássica”, e o “tradicional” Azeite de Murça.

Esta segmentação pretende não só responder às actuais exigências dos consumidores nacionais, mas também se assume como uma clara resposta aos padrões de consumo dos mercados externos mais exigentes, como os Países Escandinavos, a América do Norte, o Brasil, Macau ou Japão.

Tal como acontece com a economia portuguesa em geral, também o crescimento de produtos de “nicho” se sustentará no crescimento das exportações. Nesse sentido, a CAOM assume um claro reforço da qualidade dos produtos oferecidos e um investimento nos mercados externos mais exigentes, apreciadores de produtos portugueses de excelência. A maioria das exportações de Azeite Porca de Murça destina-se a mercados como o Canadá, Estados Unidos, Japão, Macau, França, Alemanha, Luxemburgo, Suíça, Bélgica, Holanda e Noruega.

Contabilizando 984 associados, a Cooperativa Agrícola representa a maioria dos pequenos produtores do concelho de Murça, que individualmente não teriam capacidade e estrutura para desenvolver o trabalho de mercado necessário à transformação, difusão, promoção e rentabilização das suas produções, revestindo-se de importância crucial para a manutenção dos agricultores na actividade agrícola. Economicamente é uma das principais fontes de receita do concelho, que subsiste suportado em dois produtos agrícolas principais, o vinho e o azeite.

No ano transacto, a CAOM transformou 1.800 toneladas de azeitona e produziu 290.000 litros de Azeite. Este ano, as expectativas apontam para um aumento da produção na ordem dos 5% e para uma qualidade similar à do ano anterior, um Azeite Virgem Extra com acidez de 0,2%, que representa cerca de 95% da produção total.

|aicep|
.

Etiquetas: