domingo, fevereiro 27, 2011

Regionalização mais uma vez adiada

Sócrates adia regionalização por falta de condições para referendo nesta legislatura

A moção de estratégia que José Sócrates leva ao congresso adia a regionalização, uma das principais 'bandeiras' do partido nos últimos anos, sublinhando que não estão reunidas condições para a realização de um referendo nesta legislatura.

"O facto é que, neste momento, as circunstâncias económicas e políticas - em boa parte dada a recusa do PSD em avançar efetivamente para a regionalização - não favorecem, de todo, este movimento. Ignorá-lo seria um sinal de falta de lucidez, que poderia conduzir à definitiva derrota da ideia da regionalização", lê-se na moção de estratégia que o secretário-geral do PS, José Sócrates, levará ao congresso do partido.

Por isso, é ainda referido, deve-se "reconhecer que não estão reunidas as condições para a realização do referendo sobre a regionalização nesta legislatura".

Apesar deste adiamento, José Sócrates reafirma a "defesa da ideia da regionalização" e a exigência de um referendo nacional.

Porém, para a realização da consulta popular, exige-se que estejam reunidas as "condições políticas favoráveis a um resultado positivo", ou seja, é necessário construir um bloco maioritário que sustente nas urnas essa opção e, posteriormente, escolher a "oportunidade adequada" para desencadear um novo processo referendário.

|Lusa|
.

Etiquetas:

11 Opiniões

At domingo fev 27, 03:58:00 da tarde, Blogger Rui Valente said...

Será excessivo dizer que Sócrates não passa de um reles aldrabão, ou a "excelência" da figura não o recomenda?

 
At segunda fev 28, 12:33:00 da manhã, Blogger João Marques Ribeiro said...

Eu sou independente politicamente, e não abdico desse estatuto.
Mas vou abrir uma excepção na minha postura de não fazer juízos sobre líderes políticos, porque isto ultrapassa todas as marcas do razoável, do possível e do imaginário.
Este homem é um aldrabão de cima a baixo. Não tem pejo em fazer promessas, justificá-las e elogiá-las, criticando quem defende o contrário; e menos pejo tem ainda em, quando lhe dá jeito, dizer exactamente o contrário, desfazer promessas, arranjar justificações, voltar a auto-elogiar-se e criticar quem não o defende.
Foi assim desde que está no Governo. Promete uma coisa e faz exactamente o contrário
Não há paciência para estas lideranças políticas. É demais. Basta! Precisamos de uma reciclagem profunda nesta classe política!

 
At segunda fev 28, 10:01:00 da tarde, Anonymous Manuel said...

Por um lado é bem feita aos regionalistas fanáticos do Porto.

Andaram ai a apoiar o Sócrates nas eleições, porque ele tinha dito que ia regionalizar, ele é um aldrabão como fica bem patente, quis-se foi aproveitar disso pra ganhar votos, mais nada.

É para aprenderem e para ficar para memória futura, o pais só sera regionalizado com um amplo conceso partidário, e depois vamos ver se no referendo não leva chumbo outra vez, como em 98.

Quer queiramos quer não os Tugas ainda olham para isto com desconfiannça, e apesar de toda a artilharia que foi usada nos ultimos anos por parte da corja iberista com o intuito de dividir e balcanizar Portugal, os Portugueses e Portugal continuam a ser um pais muito unido.

Eu pessoalmente sou a favor da regionalização, no mapa das 7 regiões, mas sou contra o das 5 regiões.

O mapa das 5 regiões não tem outro objectivo que não fazer de Portugal uma especia de Belgica, o objectivo é lançar o apis numa guerra fratricida norte-sul para depois Madrid nos lançar a luva.

Chegou-me outro dia um e-mail que me tirou as duvidas todas quanto a isto, regionalização no mapa das 5 regiões, faz parte do plano dos traidres iberistas para nos castelhanizar numa federação com sede em madrid.

Em Lisboa já se sabe que existem traidores iberistas, ou melhor estão lá, nem quer dizer que sejam de lá, e basta começar pelo governo de sócrates, temos logo o Mário Lino para abrir as hostes,e há mais, o Pina Moura entre outros pulha do género.

O problema é que no Porto também há infelizmente tipos que se venderam aos espanhóis, como o Meneses que ate veio defender o ensino do espanhol desde a primária, e o ódio por Lisboa é tanto e é de tal forma cultivado no porto canal que para certos individuos destes até ser castelhanizado é hipotese.

Para mim estes tipos tem um nome de traidores.

Para abortar este plano é que não se pode dividior o pais no mapa das 5 regiões.

Para mim só faz sentido no de 7 regiões.

Mas esta crise, veio dificultar as coisas, não há dinheiro, o pais está de tanga, e a coisa vai piorar ainda muito mais, e isto não está para brincadeiras, o petroleo continua e vai subir ainda mais.

Qualquer dia começa a pancada cá na europa, quando o pessoal deixar de ter dinheiro parta encher os depósitos e para pagar rendas e comer a coisa vai estoirar.

É bom que toda a gente saiba disso.
Na Grécia já começou.

Fiquem bem.

 
At segunda fev 28, 10:51:00 da tarde, Blogger al cardoso said...

Que credibilidade pode ter um sugeito destes, que nao cumpre nada do que promete!
De facto necessitamos como de agua para a boca, de uma profunda reforma do nosso sistema politico!

 
At segunda fev 28, 11:11:00 da tarde, Anonymous Moreira said...

Caro Manuel a mim parece-me que você tem problemas não resolvidos acerca das gentes do Porto. Só lhe digo que tenho muita pena que os regionalistas da minha terra não sejam ainda mais radicais! Pois eu lembro-me de ver o Porto pujante da minha infância e tenho as histórias da minha família que se mudou de trás-os-montes para o Porto pois não valia a pena ir para lisboa.. viver no Porto era perto da terra e vivia-se bem. Pois agora metade da minha familia ja emigrou ou lismigrou... que remédio.
Ah e fique a saber que as gentes de Vigo e Corunha a maioria conhece o Porto e o Norte em geral, digo-lhe que mais de 80% dos meus amigos alfacinhas NUNCA foi ao Porto... porque ? Porque é frio... prefiro o Algarve...
Portugal sempre... mas se Portugal me dá um chuto no c* que se pode fazer quando temos uma cidade maravilhosa como o Porto... Se calhar ás vezes é preciso bater com o pé... como nas relações só se dá o devido valor quando não as temos...

 
At segunda fev 28, 11:55:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Lá vem mais um mouro que vem com a conversa das 7 regiões.

Regionalização no mapa das 5, e mais nada, que é para o norte ter poder e fazer frente a esses mouros.

 
At terça mar 01, 03:35:00 da tarde, Blogger Rui Valente said...

Estes "regionalistas" de ocasião continuam a confundir o país com o Estádio da Luz, onde vale tudo, até agredir árbitros e jogadores das outras equipas, na vã esperança de conseguirem baralhar os nortenhos regionalistas como baralham a cabeça dos adeptos.

Sete regiões? Ó Manuel, você não consegue disfarçar um bocadinho melhor o seu anti-regionalismo?

 
At terça mar 01, 04:43:00 da tarde, Anonymous Manuel said...

ò amigo Moreira, eu não tenho nada contra o Porto. Só contra os fanáticos, estejam eles no Porto, Lisboa ou Evora.

Para além disso, tanto critiquei o Porto como Lisboa, nem sou de um lado nem do outro.

Para mim acima de tudo há um pais, Portugal, e eu sou Português.

Depois não venha com essa do vivia-se bem no porto, e não se vivia bem em Lisboa, ou vice-versa, de acordo coma a economia vive-se bem em todo o lado.

Em relação ao pessoal de tras os montes a mudança foi sempre maioritariamente para Lisboa, para o Porto foi sempre muito menor, conheço bem Tras os Montes e as suas gentes.

Mas neste momento há tanta pobreza de rua em Lisboa como no porto, esta tudo de pantanas.

Infelizmente está-se a viver mal em todo o lado.

Em relação aos radicalismos, são todos condenáveis, incluindo o seu.

Pela parte final do seu texto, parece que não considera o Porto Portugal.

" se Portugal me dá um chuto no c* que se pode fazer quando temos uma cidade maravilhosa como o Porto".

É isso?

Sabe é por causa de tipos como você, pelos vistos meios separatistas que isto nunca lá vai, porque regionalização começa a cheirar a separatismo.

São os próprios que o escrevem, isto é que é de lamentar.

Anda aqui o pessoal a tentar fazer um discurso contrutivo em torno da regionalização, e depois vem um tipo destes falar em separatismo.

Não há quem resista.

E lá vem você com essa do pessoal de Vigo e da Corunha, que é que os galegos têm a ver com isto.

Os galegos e a galiza esta totalmente castelhanizada, e se quer que lhe diga é-lhes bem feita.

Não quiserem ser Portugueses, agora são castelhanos.

É assim que hoje os vejo.

Há 200 anos foi de lá que as divisões francesas avançaram para matar milhares de Portugueses no desastre da Ponte das barcas.

E foi para lá que fugiram quando se viram apertados.

Em relação anónimo das 11:55 nem me merece resposta, vejam bem a conversa, mouros de Lisboa, eu nem sou de, Lisboa, sou de Oliveira de Azeméis, para além disos há mouros em todo o pais, visto que todo o pais esteve sob o domínio mouro.

Este tipo de comentários demonstra também que certos indivíduos não estão interessados em fazer uma regionalização séria, pelo contrário querem antes dividir o pais.

É por estas e por outras, que por vezes quando estamos a fazer um debate sério sobre a regionalização, há alguém que diz, nem pensar, os caciques da bola do Porto querem-se aproveitar disto para lançar o pais no caos.

Pois bem, este senhor bem como senhor Valente, vem dar razão a quem diz isto, deviam era estar calados em vez de fazer comentários deste tipo, mistura futebol e regionalização á força toda, o que é que o estádio da luz é para aqui chamado.

Perdeu uma grande oportunidade para estar calado.

Por fim, a regionalização no mapa das 7 regiões é defendida por muita gente, e já vi bastante gente a defende-la aqui no blog, ou tem que ser no mapa das 5 apenas e só para lançar confusão no pais, afinal o objectivo é mesmo esse, ganhar poder para fazer frente aos mouros como disse o outro. Valha-nos deus.

Mas já deu para perceber pela sua conversa que você pertence á equipa dos separatistas, deixe lá que você e quem pensa como você vão ter um lindo enterro.

 
At terça mar 01, 04:51:00 da tarde, Anonymous Manuel said...

E por aqui me fico, já agora acho que era melhor porem uma tabuleta no blog a dizer:

"Aqui só se defende a regionalização no mapa das 5 regiões, que é para fazer frente aos mouros. Quem defender outro mapa leva pancada"

 
At terça mar 01, 09:12:00 da tarde, Blogger João Marques Ribeiro said...

É triste ver comentários tão extremados. É triste ver futebol e política misturarem-se.
É triste ver bairrismos a sobreporem-se a uma visão global do País.
É triste que não se possa ter um debate sério e construtivo sem que isto aconteça.

Enquanto os "regionalistas" defensores das 5 regiões não perceberem que regionalizar não é colocar umas regiões contra as outras; que uma região não se cria à volta de uma cidade, seja ela qual for; enquanto não perceberem que com comentários deploráveis como os que se têm visto neste post só dão argumentos para os centralistas defenderem os disparates indefensáveis que defendem; enquanto não perceberem que a Regionalização para ser feita tem que satisfazer todos, em vez de criar "feudos" da cidade X ou Y, a Regionalização nunca mais avançará.

Ainda não vi os defensores das 5 regiões apresentar uma única justificação válida para o mapa que defendem. Uma só que fosse. É assim que querem avançar com a Regionalização?
E escusam de me chamar "mouro" ou o que quer que seja... Sou nascido e criado no distrito do Porto.

Por outro lado, os que misturam Regionalização com "unidade nacional", que vêem com os medos do "iberismo", de "Castela"... A verdade é que só me fazem lembrar os discursos de Khadafi, infelizmente.

Contem comigo para defender a Regionalização com as 7 regiões, mas só num debate sério e civilizado.

Cumprimentos,

 
At domingo mar 06, 01:48:00 da tarde, Anonymous Paulo Pereira said...

Os defensores das 5 regiões em geral não se oporiam às 7 regiões se essa fosse a vontade da maioria das populações envolvidas, mas o interessante é que os apoiantes das 7 regiões preferem o centralismo despesista que nos leva à ruína.

Para quando uma união entre os regionalistas ?

 

Enviar um comentário

<< Home