quarta-feira, abril 13, 2011

Trás-os-Montes: Grupo francês compra fábrica da castanha de Vinhais

O grupo empresarial francês Athena vai investir mais de 5 milhões de euros numa fábrica de recolha e transformação de castanha em Vinhais localizada na zona de maior produção nacional, divulgou o autarca local. Américo Pereira explicou à Lusa que o responsável pelo negócio "é um grupo francês, Athena, líder mundial da transformação da castanha".
Segundo disse, o grupo vai adquirir a empresa Cacovin, constituída pelo município e associações locais, e alargar o negócio a toda a fileira da castanha, com a perspectiva de criação de "uma centena de postos de trabalho".

A castanha é um produto apreciado no mercado francês e Vinhais e o concelho vizinho de Bragança juntos concentram 70% das 35 mil toneladas produzidas anualmente em Portugal. Para o autarca, foi "este potencial" e os acessos ao Centro da Europa que despertou o interesse dos franceses, já que Vinhais fica a 20 minutos da auto-estrada espanhola das Rias Baixas e da futura "grande" estação do TGV na Galiza.

Segundo explicou, o grupo francês vai adquirir a Cacovin - Agroindústria, Lda., uma cooperativa constituída há três anos por quatro associações agrícolas e pelo município, cobrindo o investimento de 1 milhão de euros realizado e mais cerca de 360 mil euros em empréstimos bancários.

Os novos proprietários vão, ainda segundo o autarca, investir mais 4 milhões de euros na expansão da fábrica para, além da recolha, limpeza e calibragem que estava a ser feita até agora, completarem toda a fileira da castanha, nomeadamente ao nível da transformação.

O autarca adiantou ainda que "numa fase inicial, serão criados entre 20 a 30 postos de trabalho, um número que chegará à centena".

Américo Pereira rejeitou que a venda significa que o projecto cooperativo fracassou, já que entende que o papel do município e do projecto em geral foi incentivar os privados a aproveitarem o potencial existente.

Etiquetas: