quinta-feira, junho 16, 2011

Onde pára o dinheiro que devia ter ido para o Interior?

Economia: Pequenas e médias empresas querem saber para onde foram 60 mil milhões destinados ao interior

Lisboa, 10 jun (Lusa) - A Associação Nacional das Pequenas e Médias (ANPMES) defendeu hoje que é preciso saber para onde foram 60 mil milhões de euros de fundos europeus que entre 2000 e 2006 deviam ter sido investidas no interior.

Em comunicado, a associação refere-se ao discurso do Presidente da República nas comemorações do Dia de Portugal, em que Cavaco Silva disse ser "urgente dar incentivos ao crescimento das regiões do interior ou assimétricas".

"Onde foram aplicados 60.000 milhões de euros, referentes às dotações do QCIII (Quadro Comunitário) 2000/2006 e QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional), uma vez que estas transferências líquidas da UE (União Europeia) para o nosso País, deviam ter sido investidas, precisamente no desenvolvimento das Regiões de Convergência, ou Regiões do Interior", questiona a associação.

Os pequenos e médios empresários lamentam que "a única sanção que os políticos responsáveis pela gestão danosa têm é perder as eleições".

A associação questiona ainda de onde virá o dinheiro público para investimento no interior porque o empréstimo externo vai "servir para pagar dívidas de curto prazo" e porque "os empresários e a banca estão descapitalizados".

Para a ANPMES, a União Europeia vai ter que "controlar as soberanias orçamentais" dos estados "despesistas" como Portugal ou "reduzir as dívidas, perdoando impostos às PME e às famílias".


SIC Notícias (Lisboa, Estremadura e Ribatejo)

Etiquetas: , , ,

1 Opiniões

At quinta jun 16, 08:48:00 da tarde, Blogger mCr said...

Eu acho que não falhava se afirmasse que foram parar a Lisboa & Vale do Tejo...

 

Enviar um comentário

<< Home