domingo, fevereiro 05, 2012

“O desejo de Lisboa é que o Norte nunca venha a ter líder”


O ex-líder do PSD Luís Filipe Menezes afirmou hoje que “o desejo de Lisboa é que o Norte nunca venha a ter líder” e que “há quem trabalhe para conseguir na secretaria esse desiderato”.

As afirmações surgiram neste sábado quando o presidente da Câmara de Gaia foi questionado pelos jornalistas sobre as afirmações de Marcelo Rebelo de Sousa na sexta-feira, que afirmou que o presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, não tem conseguido ser o líder do Norte e, “se ele não consegue, então mais ninguém consegue”.

Há “essa lógica ‘pitonizesca’ de que o Norte está condenado a não ter líder” e há “quem trabalhe para conseguir na secretaria esse desiderato”, afirmou Luís Filipe Menezes, que considerou que o “Norte sempre teve grandes líderes no passado e que é impossível que uma região do país se levante sem lideranças fortes”.

“No novo ciclo político que vem aí, o Norte tem possivelmente a última oportunidade em duas ou três gerações de se tornar num grande centro alternativo a Lisboa, na segunda grande ponte urbana de entrada na Europa de quem olha do Atlântico e isso pressupõe entender o que é o Norte”, defendeu Luís Filipe Menezes.

Para o conselheiro de Estado “o Porto pode ser uma grande cidade europeia e pode ser um factor determinante para o desenvolvimento do país, mas precisa de liderança e o último grande líder que teve e fraquejou, por razões diversas, foi Fernando Gomes”.

@Lusa

Rui Moreira, sobre a questão de um líder do Norte, suscitada hoje por Menezes: 


Não me parece que o problema se resolva com um líder; resolve-se, antes com uma estratégia que envolva as muitas lideranças formais e as elites informais, que existem na região. Essa estratégia exige que, independendentemente das rivalidades, que são normais, as várias forças e as muitas lideranças se conjuguem em grandes desíginos, ou sempre que a região é ameaçada. 


O excessivo protagonismo, o 'diferentismo' que critica a Metro do Porto, que não se envolve em guerras como o aeroporto, o porto de Leixões ou a rede ferroviária, não fazem muito sentido. São assomos de verbalismo, sem coerência e que só servem para que os outros os apouquem e ridicularizem. 


Como não faz sentido que esses líderes, quando assumem funções nacionais, políticas ou partidárias, se esqueçam rapida e convenientemente desse desígnio. Todos somos poucos, mas não precisamos de um caudilho. Deus nos livre dos homens que se julgam providenciais.

Etiquetas: ,

7 Opiniões

At segunda fev 06, 12:24:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Curioso tudo isto: Um vem dizer que não há líderes no Norte porque o Sul não deixa e, quando houve, vacilaram: O outro, muito prosaicamente, diz que ainda bem...deus nos livre de Caudilhos. Estamos mal com estes putativos líderes.

 
At segunda fev 06, 01:44:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

eu acho que o Rui Moreira tem razão, não concordando muitas vezes com ele. a ideia de que o Norte precisa de um líder tramou-nos no debate sobre a regionalização. Que Norte? algum dia Braga ou Guimarães se reviram no dr Fernando Gomes?

 
At segunda fev 06, 07:56:00 da tarde, Anonymous Paulo Rocha said...

Este é mais um 'foguetório' do LF Menezes com o objectivo de favorecer (pensa ele)a sua candidatura à CM Porto.

 
At terça fev 07, 01:44:00 da manhã, Anonymous Paulo Silva said...

O lfm fala demais e o jn esta ao serviço dele.

 
At terça fev 07, 10:20:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

O Norte é uma ideia do Sul. Assim como, em tempos, o Sul foi uma ideia do Norte. Portugal voltará a ser maior quando o Porto voltar a liderar. Para isso tem de se reinventar. Bastava começar por se transformar na Capital da Área Metropolitana do Porto.

 
At quarta fev 08, 08:09:00 da tarde, Blogger manuel amaro said...

Lisboa é má, mas o Porto só será bom, quando for como Lisboa...
Tem piada.
O Norte precisa de um lider? Não!!!
Porque isso é o que Lisboa quer.
Mas a galiza teve um Grande Lider... e desenvolveu-se imenso.
Oh Diabo!... Talvez fosse melhor o Norte ter um Lider, desde que fosse do Porto!!!
Braga ou Guimarães, não!
Outros, muito menos!
Um líder oriundo do PSD ou do PS?
Nunca!
Pois... talvez vindo de Marte... já que não pode vir da Argentina ou da Colômbia, com os futebolistas.

Entretanto... desemprego, pobreza, sem abrigo, começam a ser a imagem daquela terra que o meu avô me ensinou que era a terra do trabalho...

Entendam-se, pôrra!!!...

 
At domingo fev 19, 12:31:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Caros Regionalistas,
Caros Centralistas,
Caros Municipalistas,

A necessidade de um líder para o Norte é tão útil como a viola num enterro. Mais, é mais útil a viola neste que o líder naquele.
O que é preciso é implementar a regionalização autónoma.
Nada mais; o resto não interessa.

Sem mais, nem menos.

Anónimo pró-7RA. (sempre com ponto final)

 

Enviar um comentário

<< Home