sábado, março 09, 2013

TURISMO: ENTIDADES REGIONAIS PASSAM A SER CINCO

A revisão do regime jurídico das áreas de turismo foi ontem aprovada, na especialidade, em sede parlamentar, implicando a conversão dos atuais seis polos de desenvolvimento turístico e de meia dezena de entidades em apenas cinco entidades regionais (Porto e Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve).

As atribuições dos polos cessantes da Serra da Estrela e de Leiria - Fátima irão transitar para a Entidade Regional de Turismo (ERT) do Centro.

Das ERT's farão parte entidades públicas e privadas com interesse no desenvolvimento e valorização turística das áreas territoriais correspondentes, cabendo aos municípios assegurar a representação atinente à Administração Local.

O novo diploma alude a um figurino gerador de “uma racionalização da estrutura orgânica” das ERT's assente numa busca de “contenção financeira”.

As comissões executivas das ERT's serão compostas por cinco membros, cabendo remuneração apenas ao presidente e ao vice-presidente.

Três membros, eleitos pela Assembleia Geral do organismo, usufruirão da faculdade de cooptar dois, sendo um deles representante dos concelhos abrangidos e outro afeto a entidades privadas com interesse na valorização turística regional.

As futuras entidades regionais de turismo serão responsáveis pela promoção apenas em Portugal e Espanha, ficando a externa a cargo do Instituto Turismo de Portugal.

Etiquetas:

4 Opiniões

At sábado mar 09, 02:30:00 da tarde, Anonymous claudio said...

acho bem sinceramente, ams apesar de muita coisa nao ser igual: estas entidades, ccdr, regioes agragrias..... por exemplo fatima nao esta na ccdr lvt? mas o turismo esta relacionado com o centro?

e outra coisa que a ultima frase diz: ha 2 entidades de turismo em portugal? porque nao só uma? nao faz tudo o mesmo trabalho? e uma é so iberica? a que preposito?

 
At sábado mar 09, 04:28:00 da tarde, Blogger Antonio Almeida Felizes said...

Caro Claudio,

Pois é...mais uma medida centralista esta de deixar para o Instituto do Turismo o monopólio da promoção internacional.

Cumprimentos,

 
At domingo mar 10, 05:55:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Com estas medidas não me admirava nada que os nºs de turistas nos Tras-os-Montes e Minho continuem a baixar.
O turismo é um bom exemplo do mal que poderá ser uma futura regionalização com 5 regiões.

 
At quinta mar 14, 12:47:00 da manhã, Blogger al cardoso said...

Creio que e um comeco de uma regionalizacao, mas seria bom que a sede destes organismos, fosse localizada em localidades do interior e assim melhor, lutar contra a desertificacao ja tao acentuada.
Mas creio que tudo ficara nas cidades mais desenvolvidas e so promovera outros centralismos!

 

Enviar um comentário

<< Home