domingo, abril 28, 2013

REGIONALIZAÇÃO NÃO ESTÁ ESQUECIDA...!

Nestes tempos conturbados de austeridade a todo o custo, que faz com que as grandes causas (Regionalização) sejam relegadas para segundo plano, o que é dito, abaixo, continua tudo muito atual !

Etiquetas:

3 Opiniões

At segunda abr 29, 11:54:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Gostei muito deste video. Eu não sabia que a regionalização que está na mesa é administrativa e não autónoma. Ainda não estou com uma opinião convicta sobre qual das duas é minha preferência. No entanto acho que a regionalização ter de ser feita por referendo uma coisa boa e realmente nunca ponderei se seria melhor ser feita por especialistas sem recurso a referendo. Eu acho que se os referendos não estão a correr bem, a culpa deve-se a nós (sociedade civil) por não informarmos devidamente as pessoas sobre todas as questões referentes à regionalização. Nós pessoas, ao estarmos devidamente bem informados e ao dar-nos múltiplas opções de escolha num referendo (para basearmos as nossas respostas no tipo de regionalização que se quer e não apenas num sim/não, que se refere apenas a uma das hipóteses) concerteza fará um processo coeso de verdadeira abertura à opinião pessoal e trará um nível de responsabilidade maior aos eleitores e também de maior seriedade em relação à questão. Eu vejo esta questão a ser tratada partidáriamente e a nossa única voz é de aceitação ou recusa. A nossa participação e muito muito pobre, e isto não é democracia.
Porque é que não criam um site que explique tudo o que tem a haver com regionalização? Os diferentes tipos de regionalização, as diferenças entre esses tipos, os mapas territoriais dessas regionalizações (mapas mais comuns até aos menos comuns, já apresentados, nunca apresentados, etc.), o que vai mudar para o cidadão/eleitor, para o funcionamento/administração da região, e do ponto vista nacional; de forma a informar a nossa população. Esse site complementaria este blogue. Navegar num site com aspecto profissional e simples com toda a informação torna-se muito mais disponível, simples de encontrar e navegar, e assimilar, do que fazendo o mesmo num blogue (ninguém consulta todas as entradas dum blogue, tenho bastante certeza disso) Se não me responderem vou-vos chatear no vosso email ;) (sobre esta ideia)

 
At terça abr 30, 01:33:00 da manhã, Blogger Antonio Almeida Felizes said...

Caro Anónimo,

Muito pertinente este seu comentário. A ideia de criar um 'site', com a informação devidamente estruturada, é, sem dúvida, uma boa ideia. O problema é o tempo...aceitam-se, desde já, voluntários para desenvolverem esta tarefa. Mesmo sem voluntários, esta ideia de construir o 'site' vai ter pernas para andar.

Obrigado e cumprimentos,

 
At quarta mai 01, 02:48:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Digo isto porque vou ao google e pesquiso: regionalização portugal administrativa vs autónoma
e não encontro um único site que me explique isso. A desinformação ganha outra vez..
Esse site era bom que fosse imparcial (em relação aos tipos de regionalização) e simples de entender

Daniel

 

Enviar um comentário

<< Home