sábado, outubro 20, 2012

Autárquicas 2013: MPT/Algarve quer eleger eco-regionalistas nos principais municípios

O núcleo do Algarve do Partido da Terra-MPT revelou que o seu objetivo para as eleições autárquicas de 2013 passa por “remexer a cidadania algarvia” e alcançar o maior número possível de eleitos ecologistas e regionalistas nos principais municípios.

Em comunicado, o coordenador regional da força política “que sem financiamentos estatais já se confirmou como a sexta força partidária autárquica do país”, Paulo Rosário Dias, considera “absolutamente vital que se faça mais e melhor política no Algarve do que tem sido feita”.

O dirigente partidário pede “novas caras, com novos projetos e com nova pujança, com seriedade e amor à terra, para que as vozes dos cidadãos se façam ouvir e para que os interesses locais possam resistir e ser democraticamente defendidos por gente capaz e descomprometida”.

O Partido da Terra – MPT/Algarve considera que o caminho que originou “o desastre sócio-económico” vivido pelas terras algarvias, nomeadamente com o pior índice de desemprego de Portugal, deve motivar “uma reflexão profunda nas populações da nossa região que resulte numa evolução positiva e capacitante”.

Para a força partidária, “a política local não pode continuar a ser alheia às enormes dificuldades das pessoas, limitar-se a gerir aparelhos falidos ou continuar à mercê dos caprichos e esmolas de um Estado central e centralista governa pelos partidos do costume”.

Etiquetas: ,

1 Opiniões

At segunda out 22, 12:07:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

http://mpt-algarve.blogspot.pt/2012/10/autarquicas-2013-mptalgarve-quer.html

 

Enviar um comentário

<< Home