domingo, janeiro 06, 2013

TAMBÉM É ASSIM A NOSSA ADMINISTRAÇÃO LOCAL !

ENQUANTO ASSISTIMOS, PACATAMENTE, AO FECHO DE INÚMERAS JUNTAS DE FREGUESIA, GRANDE PARTE DELAS, O PRIMEIRO E ÚLTIMO REDUTO DE APOIO ÀS POPULAÇÕES, PODEMOS CONTEMPLAR ESTES VERDADEIROS ‘MONUMENTOS’ REPRESENTATIVOS DA MUITA INEFICIÊNCIA ADMINISTRATIVA QUE TODOS NÓS TEMOS QUE PAGAR.



Os elementos mencionados no quadro acima representam, apenas, 1.473 funcionários de um universo global da CM Lisboa de 9.956 funcionários, dos quais, 2.315 são Técnicos Superiores e dirigentes.
.

Etiquetas:

12 Opiniões

At segunda jan 07, 05:29:00 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Tenho dúvidas que nas outras CMs as coisas sejam diferentes, desperdício está na génese da política Portuguesa.

Não tenho a noção da escala, mas assistentes sociais, engenheiros e juristas têm mesmo de existir em câmaras municipais, a menos que se contrate a privados, o que poderá, em câmaras com muita actividade/população, sair mais caro.


Já pessoal de marketing, não compreendo. Deve ser um "mistério à Relvas".

 
At segunda jan 07, 06:50:00 da tarde, Anonymous Paulo Costa said...

33O juristas ... será que a CM Lisboa terá assim tanto contencioso que precise deste batalhão de juristas.

104 sociólogos e 156 historiadores é, claramente, desajustado.

Mesmo os 330 arquitetos e 260 engenheiros deixam-me sérias dúvidas a necessidade administrativa de toda esta gente.

 
At segunda jan 07, 09:52:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

É lamentável, mas infelizmente são quase todas as Cãmaras do País da mais pequena à maior.
Quando uma reforma autárquica que sirva as populações e não os autarcas?

 
At terça jan 08, 02:28:00 da tarde, Blogger Rui Valente said...

Quando se quer justificar o injustificável, não faltam argumentos. Ou seja, toda a comandita saberá apresentar "boas razões" para esta debochada centralista.

Se em Lisboa é assim, então não reclamem com o resto do país. Haja VERGONHA!

 
At terça jan 08, 05:15:00 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Mas acha que o resto do país é diferente, ou sabe em que país vive?

 
At terça jan 08, 05:22:00 da tarde, Anonymous Nome said...

A câmara de Barcelos, por exemplo, tem 89 freguesias, também gostava que me explicassem porquê e que mostrassem o número de funcionários que devem trabalhar para a câmara.

O país é todo uma bandalheira despesista, Lisboa é apenas um exemplo em muitos.

 
At quinta jan 10, 06:39:00 da tarde, Blogger Rui Valente said...

Para o "anónimo" e para o "Nome" [o que um gajo é obrigado a dizer para comunicar com estes iluminados]:

O Governo está, e sempre esteve, em Lisboa, e a respectiva máquina centrifugadora também [desvio de fundos do QREN do Norte para a capital e o efeito difusor da treta].

É claro, que os iluminados não percebem isso, mas o que se há-de fazer quando o fanatismo não os deixa VER mais longe.

 
At sexta jan 11, 06:16:00 da tarde, Anonymous Nome said...

Muito irónico, que quem não consegue ver para além da podridão de Lisboa, fale em "iluminados", nem consiga construir um argumento para além do óbvio, que a capital teve, durante séculos, a maior parte do bolo, deixando o resto do país ao abandono.
Tenha calma que essa obsessão passa com o tempo.


Ninguém aqui defendeu a política centralista (em Lisboa) do país, você é que parece pensar que os outros o fazem quando se diz que o resto do país é também desregulado. É que se o resto do país não fosse despesista, não estava cá troika nem baldroca..infelizmente o problema é quase geral do sector público, Lisboa é apenas um exemplo, talvez o maior.





E para que conste, toda a minha família é do Norte e do Centro-Norte Interior desde que há registo, portanto não estou aqui a defender Lisboa, apenas a meter os pontos nos is.

 
At sexta jan 11, 06:24:00 da tarde, Anonymous Nome said...

Já agora, agradecia que não faltasse ao respeito aos outros, creio que todos os que visitam este blog têm idade para se saber comportar como gente crescida.

 
At sexta jan 11, 06:38:00 da tarde, Blogger Rui Valente said...

Se o "Nome" resumisse os comentários paternalistas e moralistas a uma identificação a sério, talvez o pudesse levar... a sério.

Ó Homem, diga que se chama Manel, ou José, diga que é gente, mesmo que não seja verdade. Ninguém que lhe exige o BI, caramba!

 
At sexta jan 11, 06:49:00 da tarde, Anonymous Manel, ou José said...

Acabou de provar a sua inutilidade para qualquer discussão construtiva.

Fique bem.

 
At sexta jan 11, 07:05:00 da tarde, Blogger Rui Valente said...

Mas que elevação, Manuel José [agora tem nome de treinador?]! Fiquei absolutamente esclarecido.

 

Enviar um comentário

<< Home