terça-feira, maio 28, 2013

Balança Corrente com o Exterior Equilibrada

Segundo o Boletim Estatístico do Banco de Portugal de Maio a nossa Balança Corrente com o exterior no 1º trimestre de 2013 estava praticamente equilibrada - défice de € 22 milhões.

Esta situação de equilíbrio é verdadeiramente notável quando comparada com o défice de € 1.780 milhões verificada no período homólogo de 2012 e os défices muitíssimos mais elevados no 1º trimestre de 2011 ou de 2010.

Estamos, sem dúvida, perante uma importante viragem estrutural no desempenho da economia portuguesa, que em pouco mais de 2 anos consegue passar de défices correntes anuais superiores a 10% do PIB para uma situação de mais do que provável superavit em 2013.


Uma análise da reputada empresa de informação económica Capital Economics, divulgada na semana passada, mostrava que o ajustamento das contas externas nos três países do Euro sujeitos a programas de resgate financeiro, tinha a seguinte explicação (dados até final de 2012): caso da Irlanda, 100% em resultado do aumento das exportações; Portugal, 50% em resultado do aumento das exportações e 50% da queda das importações; Grécia, 100% pela queda das importações.
.

Etiquetas: